Estenose lombar: o que é, sintomas e tratamento

20 de junho, 2022

Dores nas costas e formigamento nos pés. Essa combinação, quando surge de forma recorrente, pode ser um indício de que o corpo está lidando com um problema de saúde chamado estenose lombar. Quando o canal medular fica mais estreito e o diâmetro reduz por conta de fatores externos que sobrecarregam a região da coluna, o organismo sente um aperto nos nervos.

Causas

Para os médicos, a principal causa da estenose lombar é a osteoartrose da coluna. Por esse motivo, é mais comum que idosos apresentem esse problema de saúde. Mas isso não quer dizer que os jovens também não tenham.

Assim, fatores de risco como excesso de peso e desgaste muscular causado por esforço repetitivo estão relacionados a essa condição. Além disso, ela ainda pode acontecer em pessoas que carregam peso recorrentemente e com má postura. Mas, em casos mais raros, está presente desde a formação fetal.

Sintomas de estenose lombar

A degeneração dos discos articulares da coluna faz com que haja um desalinhamento ou uma proeminência óssea. Assim, fazendo com que o canal da medula, onde passam as terminações nervosas, esteja mais estreito.

Por isso, os principais sintomas da estenose incluem a dor na coluna e sinais de acometimento dos nervos. Que acabam gerando dores, formigamentos e queimações nas pernas, pés e região do nervo ciático. 

Contudo, vale ressaltar que para se tratar de uma estenose lombar, o acometimento vai além da dor nas costas. Ou seja, afetando outras regiões como consequência do estreitamento dos nervos.

Tratamento

Para o diagnóstico, o médico realiza o histórico do paciente, além de testes neurológicos e o exame de imagem. Mas, em casos de contraindicação da ressonância, pode ser feita uma tomografia. 

O tratamento é clínico, e costuma incluir perda de peso, reeducação alimentar, fortalecimento de coluna por meio de exercícios físicos e fisioterapia. Contudo, somente em casos mais graves pede-se uma cirurgia de descompressão, feita por um ortopedista especializado.

E para prevenir que a estenose lombar torne-se um problema constante, praticar alguns hábitos saudáveis como o controle de peso e a prática de exercícios regulares. Mas é importante lembrar que, por se tratar na maioria da vezes de uma degeneração e perda articular devido à idade, nem sempre é possível evitá-la.

Fonte: Dr. Natan Chehter, geriatra membro da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia e do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Leia também: Conheça os benefícios do pilates para o corpo e a mente

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.