Escada ou esteira? Agachamento ou elevação pélvica? Veja diferenças!

Bem-estar Movimento
03 de Abril, 2023
Escada ou esteira? Agachamento ou elevação pélvica? Veja diferenças!

Em um dia, seu treinador manda você terminar o treino com 40 minutos de esteira. No outro, pede para fazer 10 minutos de escada. Para quem busca emagrecer essa dúvida, sobre qual treino é o melhor, sempre aparece, mas é importante frisar que não existe uma atividade que seja melhor que a outra. Cada exercício tem sua característica específica e benefícios, por isso é necessário entender qual seu objetivo para que o profissional de educação física consiga prescrever o treino de forma adequada. Veja agora se entre as diferenças entre a escada ou esteira, além do agachamento e elevação pélvica.

Leia mais: Rotina de treinos iniciada no verão: dicas para não abandoná-la

O que gera mais resultados: esteira ou escada?

De acordo com Eduardo Netto, diretor técnico da Bodytech Company, varia muito de pessoa para pessoa. “Depende muito de questões individuais, como duração, intensidade e frequência semanal. E, principalmente, do engajamento e comprometimento com a realização da atividade proposta. O melhor exercício ou modalidade é aquela que você consegue realizar de maneira frequente e consistente. Ou seja, é necessário uma sensação de prazer” explica Netto. É importante frisar que ambas atividades proporcionam um excelente gasto calórico, uma vez que envolve uma grande quantidade de grupos musculares.

Tanto a escada quanto a esteira se encaixam na categoria de exercício aeróbico. “Eles podem ser caracterizados como qualquer atividade de natureza contínua que utilize os grandes grupos musculares e que seja de natureza rítmica. Portanto, tanto a esteira como a escada, se realizados de forma contínua, são estímulos predominantemente aeróbios”, pontua o diretor técnico.

Porém, cada um desses exercícios tem diferentes benefícios: a escada, por exemplo, é um exercício de baixo impacto e contribui para a melhoria do sistema cardiorrespiratório e cardiovascular, bem como a resistência muscular. A esteira, por sua vez, é um exercício de alto impacto que ajuda na flexibilidade das articulações e melhora do sistema cardiovascular. 

O agachamento é melhor que a elevação pélvica?

Quando o assunto é musculação, muitas são as possibilidades para atingir resultados positivos. Porém, uma das dúvidas recorrentes é se o agachamento é mais eficiente que a elevação pélvica para “turbinar” a região dos glúteos e das coxas. “No agachamento são trabalhados os grupamentos do quadríceps femoral, glúteos, adutores, os músculos eretores da espinha, os abdominais e os posteriores da coxa”, pontua Netto. Ele ainda explica que o agachamento solicita uma grande parte do sistema muscular, pois envolve um número grande de músculos. Trata-se de um exercício de cadeia cinética fechada, pelo fato dos pés estarem fixos. Já a elevação pélvica quando executados  de forma correta,  solicitam de forma bem satisfatória as musculaturas dos glúteos, posteriores de coxa e quadríceps.

Uma dica importante é sempre procurar orientação do treinador. O profissional de educação física é o único apto a prescrever exercícios e planos de treinos —seja qual for o seu objetivo final, emagrecer, hipertrofiar, definir, reabilitar. Os exercícios aeróbicos e cardiorrespiratórios são importantíssimos pois desempenham papel fundamental na saúde do seu coração, pulmões e metabolismo como um todo. Não esqueça de sempre aquecer seu corpo antes de iniciar as atividades.

Fonte: Eduardo Netto, diretor técnico da Bodytech.

Leia também:

lesões no beach tennis
Bem-estar Movimento

Lesões no beach tennis: joelho e ombro são as mais comuns. Veja como evitar

Assim como em outras atividades, também há risco de lesões no Beach Tennis. Portanto, veja dicas de como evitar lesões como epicondilite lateral.

fasting mimicking
Alimentação Bem-estar

Diet Fasting Mimicking: o que é o método que imita jejum?

A metodologia restringe calorias por um período de tempo determinado

óleo de coco
Alimentação Bem-estar

Óleo de coco: benefícios e possíveis usos

Multiuso e cheio de benefícios, o óleo de coco é um dos destaque do momento para quem procura uma vida mais saudável. Saiba mais