Endometriose significa o fim da maternidade? Especialista explica!

Gravidez e maternidade Saúde
14 de Agosto, 2023
Endometriose significa o fim da maternidade? Especialista explica!

Um dos aspectos mais desafiadores da endometriose, doença que, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), atinge 10% da população feminina, é a infertilidade. Nesse sentido, estima-se que até 50% das mulheres com endometriose tenham dificuldade para engravidar. No entanto, com tratamento adequado, é possível conceber e levar uma gestação saudável. Ou seja, a endometriose não significa o fim da maternidade.

Leia mais: Endometriose: principais exercícios físicos para reduzir as dores

Endometriose e fertilidade

A endometriose é uma condição na qual o tecido que reveste o útero cresce fora dele, geralmente nos ovários, trompas de falópio ou outras estruturas pélvicas, por exemplo. A doença pode causar cólicas intensas e dor durante a relação sexual, além de outros sintomas. A exata razão pela qual a endometriose afeta a fertilidade não é totalmente definida. No entanto, existem fatores potenciais que podem contribuir para a dificuldade na concepção.

Um deles é que a endometriose pode causar tecido cicatricial ou a formação de aderências entre estruturas do corpo, que podem interferir no bom funcionamento dos órgãos reprodutivos, dificultando a passagem do óvulo entre o ovário e o útero ou a chegada do esperma ao óvulo. Outro ponto é que ela pode causar inflamação, que tende a prejudicar a qualidade dos óvulos ou interferir na implantação deles. Também pode afetar o equilíbrio hormonal do corpo, interrompendo a dança dos hormônios, necessária para a ovulação e a gravidez.

Além disso, algumas mulheres com endometriose podem ter outras condições que complicam ainda mais a fertilidade, como a síndrome dos ovários policísticos ou miomas uterinos.

Afinal, endometriose significa o fim da maternidade?

Apesar desses fatores preocupantes para quem está planejando ser mãe, o diagnóstico de endometriose não deve pôr fim aos planos da maternidade, segundo o Dr. Patrick Bellelis, ginecologista.

“Existem vários tratamentos disponíveis que podem ajudar mulheres com endometriose. Após um diagnóstico preciso, definindo os sintomas de cada uma e a gravidade da doença, o médico pode indicar o melhor caminho. O fato é que, quanto antes do diagnóstico, mais chances de sucesso ele terá”, esclarece.

Para quem ainda está tentando engravidar e sofre com endometriose, os cuidados médicos podem envolver mudança de hábitos, tratamento hormonal e até mesmo cirurgia, recomendada em casos mais complexos. Nela, o médico irá remover o tecido endometrial em excesso ou aderências, o que pode melhorar a fertilidade, reduzindo as barreiras físicas à concepção.

Cuidados na gestação de mulheres com endometriose

De acordo com o ginecologista, mulheres que engravidam espontaneamente tendo endometriose precisam tomar alguns cuidados. “Quem tem o diagnóstico tem mais probabilidade de sofrer aborto, parto prematuro, ruptura das veias que irrigam o útero e complicações relacionadas à placenta”, cita o médico. “Por isso, é recomendado um período pré-natal mais personalizado, com acompanhamento regular para observar a evolução da doença e da gestação”, acrescenta.

O especialista lembra que a endometriose é uma condição complexa, que pode causar dor e sofrimento para as mulheres, por isso, é importante buscar tratamento não somente quando estão tentando engravidar, mas também para melhorar a qualidade de vida.

“É preciso deixar claro que muitas mulheres com endometriose são capazes de engravidar e ter uma gestação saudável com a ajuda do tratamento adequado. Qualquer pessoa que sofra com a infertilidade e suspeita de endometriose deve imediatamente procurar um médico. Com os cuidados certos, é totalmente possível aumentar as chances de engravidar”, concluiu Bellelis.

Fonte: Dr. Patrick Bellelis, colaborador do setor de endometriose do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.

Sobre o autor

Fernanda Lima
Jornalista e Subeditora da Vitat. Especialista em saúde

Leia também:

Por quanto tempo devo tomar vitamina C
Alimentação Bem-estar Saúde

Por quanto tempo devo tomar vitamina C?

Aliada a imunidade e a beleza, a vitamina C está ligada a uma série de benefícios para a saúde. Veja recomendações sobre o consumo prolongado

montagem com as fotos de Wagner
Saúde

Ele já fez mais de 100 doações de sangue e plaquetas: “dar um pouco da minha saúde para quem precisa”

Conheça a história de Wagner Hirata, que tem as doações de sangue e plaquetas como um de seus propósitos de vida

neuralgia do trigêmeo
Saúde

Neuralgia do trigêmeo: doença que provoca uma das piores dores do mundo

Sintomas de doença são dores muito fortes e rápidas em apenas um lado do rosto, causando sensação de choque ou de um golpe muito forte