Edema de glote: o que é, causas e como tratar o problema

Saúde
23 de Março, 2022
Livia Yume Tanizaki
Revisado por
Nutricionista • CRN-3 45492
Edema de glote: o que é, causas e como tratar o problema

O edema de glote é uma manifestação alérgica aguda que tem como principal sintoma o inchaço da glote (região da laringe e cordas vocais). “A glote também faz parte das vias aéreas. Ao ficar estreita devido ao edema, pode causar insuficiência respiratória”, alerta Eduardo Bogaz, médico otorrinolaringologista da Rede de Hospitais São Camilo SP.

Veja também: Alergias respiratórias: quais as principais, sintomas e como tratá-las

Causas do edema de glote

De acordo com Bogaz, por se tratar de uma reação alérgica, o edema ocorre após a exposição a um produto com essa propriedade. “Pode ser uma medicação, picada de insetos e até mesmo algum tipo de alimento”, exemplifica. Portanto, a principal recomendação do especialista é que o indivíduo tente saber os possíveis fatores e produtos que causam reações alérgicas.

Dessa forma, em caso de necessidade urgente de socorro médico, o tratamento e as ações para controlar a crise são mais assertivos. Procure um médico alergologista para receber orientações personalizadas. Além disso, é possível estudar sobre assunto (o que não exclui a ajuda médica) no site da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), que possui um material rico e didático sobre alergias.

Sintomas

Ao ingerir ou produto ou ser exposto a um fator alérgico, o indivíduo pode levar alguns minutos para perceber que algo está errado. Os principais sintomas são:

  • Rouquidão.
  • Tosse seca persistente.
  • Sensação de bolo na garganta ou de garganta fechando.
  • Dificuldade para respirar
  • Ruído respiratório (estridor respiratório).
  • Irritação (empolamento) da pele, inchaço de lábios, língua e pálpebras.

Se os sintomas evoluírem, sobretudo os relacionados ao sistema respiratório, o quadro pode desencadear uma insuficiência respiratória aguda — e se não tratada rapidamente, para parada cardiorrespiratória.

O que fazer em caso de edema de glote e outras reações?

Segundo Bogaz, se houver qualquer suspeita, é preciso ir rapidamente a um serviço de emergência. “É importante não tentar tratar em casa: melhor pecar pelo excesso, pois neste caso poucos minutos podem fazer a diferença na vida do paciente”, ensina.

No serviço de emergência, o tratamento pode ser realizado com medicações para reduzir o edema. Por exemplo, corticosteroides, antialérgicos ou adrenalina injetáveis em casos ainda sem insuficiência respiratória iminente. Todas essas providências são capazes de aliviar a crise e restabelecer a saúde do indivíduo.

No entanto, se for diagnosticada a obstrução respiratória grave, é feita a cricotiroidostomia ou traqueostomia de urgência. Ou seja, a equipe médica realiza um perfuração na via aérea abaixo do local de obstrução para restabelecer a passagem de ar e evitar uma parada cardiorrespiratória.

Fonte: Eduardo Bogaz, otorrinolaringologista da Rede de Hospitais São Camilo (SP).

Sobre o autor

Amanda Preto
Jornalista especializada em saúde, bem-estar, movimento e professora de yoga há 10 anos.

Leia também:

montagem com as fotos de Wagner
Saúde

Ele já fez mais de 100 doações de sangue e plaquetas: “dar um pouco da minha saúde para quem precisa”

Conheça a história de Wagner Hirata, que tem as doações de sangue e plaquetas como um de seus propósitos de vida

neuralgia do trigêmeo
Saúde

Neuralgia do trigêmeo: doença que provoca uma das piores dores do mundo

Sintomas de doença são dores muito fortes e rápidas em apenas um lado do rosto, causando sensação de choque ou de um golpe muito forte

Reynaldo Gianecchini
Saúde

Reynaldo Gianecchini revela diagnóstico de doença autoimune

A síndrome de Guillain Barré causa fraqueza e dificuldades para mover os braços e as pernas