Como manter a dieta em festa de criança

11 de março, 2020

Coxinha, brigadeiro, refrigerante, bolo…Não são poucas as tentações em uma festa de criança. Assim, aceitar um convite para um evento desses é uma verdadeira prova de resistência para quem está de dieta. Mas, será que é possível combinar as duas situações e se manter na linha rumo ao emagrecimento mesmo frequentando festas infantis?

É claro que não podemos deixar de socializar, mas é preciso saber equilibrar. Algumas pessoas até conseguem seguir facilmente o plano alimentar no dia a dia. Porém, quando saem da rotina, como em uma festa cheia de opções calóricas e gordurosas, se vêem com dificuldades de voltar à dieta e isso abre portas para o desânimo e desistência.  

Confira dicas certeiras de estratégias e aprenda a se organizar sem perder o foco de perder peso – e nem a festa de criança.

O excesso deve ser uma exceção e não uma regra

“Exagerar” uma vez ou outra é completamente normal. Todos passam por isso e, convenhamos, a vida não teria graça sem alguns exageros pontuais. Contudo, o que não pode acontecer é deixar que um dia de comemoração vire uma semana inteira de gula. Portanto, se deslizou em um dia de festa, retome o foco na manhã seguinte. 

Leia também: Dicas para a mãe que não tem tempo conseguir emagrecer

Não vá de estômago vazio

“Não vou comer nada o dia inteiro para chegar na festa e poder comer tudo o que eu quiser!” Quem nunca ouviu (ou disse) isso? Porém, agir desse modo não é saudável, e isso aumenta muito as chances de passar da conta. Portanto, procure se alimentar antes da festa. Dê preferência aos alimentos integrais e frutas, que irão propor mais saciedade. “Se a ideia é comer algo mais calórico no fim do dia, então é melhor controlar o cardápio nas refeições anteriores”, indica Camila Fontes, nutricionista clínica funcional. “Mas, pular algumas refeições para economizar calorias que serão consumidas mais tarde no aniversário pode ser uma cilada. Pois, as horas sem comer aumentam a fome, fazendo com que se coma mais do que a dieta permite”, pontua. 

Leia também: Como se manter motivada para emagrecer depois de ter filho

Faça trocas inteligentes

Petiscos assados e integrais, sucos naturais e água com ou sem gás são as opções mais bem-vindas. Também, não se sinta obrigado a experimentar todas as opções de salgadinhos e docinhos. Vale olhar todas as alternativas disponíveis para, então, fazer as melhores escolhas. “Depois de comer, com parcimônia, procure desviar a atenção para outras atividades que também trazem prazer, como conversar, dançar, cantar e curtir os amigos”, orienta a nutricionista. 

Se você for a anfitriã, busque acrescentar pratos leves ao cardápio. Vá de frango assado em vez de frito. Use homus e palitinhos de legumes em vez de patês com maionese, por exemplo. 

Leia também: Como fazer seu filho ter uma alimentação mais saudável

Escolha bolo ou docinho

Um pedaço de 100 gramas de bolo de aniversário, o grande protagonista de uma festa de criança, pode ter de 238 a 405 calorias. Por isso, é muito importante evitar consumir grandes porções ou repetir o doce. “Se não der para resistir às sobremesas, é melhor comer menos salgados. O ideal seria escolher entre uma fatia fina de bolo ou um docinho”, aconselha Camila Fontes. 

Exercite-se antes

Na certeza de que vai exagerar e, provavelmente, acordar arrependido no dia seguinte, que tal queimar calorias antes para compensar? A melhor opção para diminuir os “estragos” do excesso é praticar uma atividade aeróbica. Apenas uma horinha de corrida, dança ou outra atividade de gasto de energia é suficiente para fazer com que seu metabolismo trabalhe a seu favor.

Leia também: Como voltar ao corpo de antes da gravidez

Sobre o autor

Amanda Figueiredo
Amanda Figueiredo
Jornalista e nutricionista. Editora-chefe e coordenadora de comunicação da Vitat. Especialista em saúde, alimentação saudável/nutrição, fitness, beleza e bem-estar.