Descoloração e progressiva deixam os fios até 4 vezes mais porosos

Beleza Bem-estar
29 de Setembro, 2023
Descoloração e progressiva deixam os fios até 4 vezes mais porosos

Apostar na descoloração seguida de progressiva pode deixar os fios do cabelo até quatro vezes mais porosos que o normal, aponta um estudo do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP).

Normalmente, a porosidade acontece quando agressões externas repetidas (como chapinha, secador, tintura e alisamento) danificam a camada mais externa dos fios, a chamada cutícula, atingindo e lesando também as partes mais internas da estrutura capilar (córtex e medula). O resultado é uma combinação de perda da elasticidade, ressecamento, frizz e quebra.

“Os tratamentos cosméticos, como a descoloração e o alisamento, interagem com o cabelo em nível molecular, induzindo alterações em seus componentes e modificando suas propriedades físico-químicas e mecânicas das fibras”, explicou a engenheira química Cibele Rosana Ribeiro de Castro Lima, autora da pesquisa, ao Jornal da USP.

Os resultados da análise, feita em colaboração com a Universidade de Copenhague, Dinamarca, foram publicados no Journal of Applied Cristallography.

Leia também: Pele ressecada coça mais e exige cuidados; veja dicas

Impactos da descoloração e da progressiva no cabelo

Para a investigação, os especialistas compraram mechas de um fornecedor dos Estados Unidos. Então, usaram um ativo contendo ácido glioxílico associado à carbocisteína – combinação que não é aprovada pela Anvisa, mas muito comum no mercado cosmético.

Assim, dividiram os fios em três grupos:

  • Mechas submetidas à descoloração;
  • Apenas alisamento;
  • Descoloração seguida de alisamento.

Por fim, eles usaram técnicas como espalhamento de raios-X para entender os danos que os três processos podem gerar aos fios em escala molecular.

Resultados

Pela primeira vez, o estudo mostrou que o alisamento ácido altera as camadas lipídicas do cabelo. Essas gorduras têm influência em aspectos como maciez, brilho, flexibilidade e impermeabilidade.

Contudo, as mechas com descoloração e alisamento foram as que mais sofreram, especialmente nas regiões do córtex e da cutícula. “Isto aconteceu porque o clareamento causa perda de proteínas e lipídios importantes na fibra capilar, deixando o cabelo mais sensível a outros procedimentos de transformação”, disse Cibele.

A diferença entre os pHs dos procedimentos (descoloração em torno de 10 e alisamento em torno de 1) também contribui para deixar os fios até quatro vezes mais porosos do que o normal. E a alta temperatura da chapinha usada na progressiva pode gerar mudanças irreversíveis na estrutura do cabelo.

Fonte: Jornal da USP

Proteja seus lábios no frio

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

dieta do ovo
Alimentação Bem-estar

Dieta do ovo 3 dias: cardápio do desafio do ovo

Já ouviu falar na dieta do ovo 3 dias? No desafio do ovo podemos consumir ovo em forma de omelete, mexido, cozido ou frito. Veja o

mãos preparando um chá de gengibre em uma bancada
Alimentação Bem-estar

Alivia enjoo, reduz cólicas e é antioxidante: benefícios do chá de gengibre

Raiz sempre foi usada por diferentes povos milenares, que acreditavam em suas propriedades medicinais