Deficiência de vitamina D e cálcio: por que acontecem?

Saúde
21 de Março, 2024
Deficiência de vitamina D e cálcio: por que acontecem?

A vitamina D é um hormônio que atua, sobretudo, no sistema osteomuscular, responsável pelo crescimento, imunidade, musculatura e metabolismo. Ela age também em outros sistemas, como o cardiovascular e o nervoso central. Já o cálcio é um mineral essencial para a formação dos ossos e sua manutenção saudável, prevenindo doenças como osteopenia e osteoporose. Tem também as funções de ajudar na saúde do coração e evitar a formação de pedras nos rins. Mas afinal, o que pode causar a deficiência de vitamina D e cálcio?

Leia mais: Deficiência de vitamina D: como evitá-la para ter músculos e ossos fortes

Deficiência de vitamina D e cálcio: causas

De acordo com a Dra. Natália Morales de Camargo, endocrinologista do HAS Clínica, as causas da deficiência de vitamina D incluem diversos fatores, como falta de exposição solar, dieta carente desse hormônio e problemas de absorção intestinal, devido a doenças ou uso de medicamentos.

Por outro lado, a deficiência de cálcio no sangue, conhecida como hipocalcemia, tem relação com distúrbios hormonais, especialmente ao desequilíbrio do hormônio PTH, que é produzido pelas células das paratireoides.

Alguns exemplos de doenças associadas às deficiências desses componentes são raquitismo, osteoporose, distúrbios do sistema imunológico, fadiga, fraqueza muscular e baixa imunidade. Além disso, a alta deficiência de cálcio pode apresentar sintomas mais graves, como dormência, câimbras e, em casos críticos, até convulsões.

Sintomas da falta de vitaminas

Já a Dra. Telma Sigolo, nutróloga do HAS Clínica, exemplifica que os principais sintomas da falta desses dois nutrientes tem ligação com doenças osteoarticulares. No entanto, nem sempre elas estão causam sintomas inicialmente, como a osteopenia. Dessa forma, por tratar-se de uma diminuição da densidade óssea, submete o indivíduo ao maior risco de fraturas e outros problemas ósseos.

“A evolução da osteopenia desenvolve a osteoporose. Trata-se de uma doença que também não causa nenhum tipo de dor, mas que é um estágio final dessa diminuição da densidade óssea. Além disso, a falta de vitamina D também tem relação com vários processos imunológicos, inclusive, à diminuição da capacidade desse sistema.”, diz a médica.

Tais deficiências atingem os dois sexos, mas sobretudo as mulheres. O diagnóstico ocorre por meio de consultas clínicas, geralmente de rotina, e através de exames radiológicos, como a densitometria óssea.

Deficiência de cálcio pode causar osteoporose

O ortopedista do HAS Clínica, Dr. Rodrigo Vetorazzi, aprofunda-se no assunto e explica que a osteoporose é a perda da massa mineral do osso, ou seja, do cálcio dentro do osso. No Brasil, é considerada uma doença de saúde pública pelo fato de afetar mais a população idosa, que vem crescendo nas últimas décadas.

“O depósito de cálcio do organismo é dentro dos ossos e o mineral está entrando e saindo a todo momento. Esse processo é mediado por algumas reações químicas e por alguns hormônios, sendo um dos principais a vitamina D”, explica.

O tratamento é feito por meio de reposição desses dois nutrientes, na dosagem recomendada pelo médico caso a caso, contudo, a prevenção – através de dieta saudável e equilibrada, acompanhamento médico constante, prática regular de esportes, evitar sobrepeso e outros.

Leia mais: Conheça o Guia das Vitaminas.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas

corredor abaixado segurando a perna aparentemente com dor
Bem-estar Movimento Saúde

Será que eu estou com canelite? Médico destaca principais sinais

A condição é uma das principais preocupações entre os corredores. Ortopedista explica como identificar os sintomas característicos da canelite