Afinal, como é feita a comida servida no avião?

3 de março, 2020

Diariamente, milhares de refeições são feitas para servir muitos e muitos passageiros que se locomovem de aeronave no Brasil e no mundo. E, para quem já teve essa curiosidade, a Apex, uma associação internacional relacionada à experiência de clientes de companhias aéreas , divulgou um relatório esclarecendo dúvidas acerca da tão polêmica comida de avião.

Certamente, os ingredientes e as receitas variam conforme a classe de viagem, geralmente dividida em 3 tipos: econômica, executiva e primeira classe. Em viagens mais longas, por exemplo, um voo de 10 horas, costuma-se servir até 3 refeições, mas isso varia de acordo com a companhia aérea.

Leia também: O que comer antes de viajar de avião

Passo #1: Preparos iniciais

Cuidados na higiene e segurança no preparo são essenciais e priorizados. Não só, deve ser levado em conta que uma empresa especializada em alimentação prepara, aproximadamente, 20 mil refeições diariamente. Por isso, limpeza é muito importante. Também, muitas pessoas estão envolvidas no processo.

Passo #2: Checagem

Assim como os itens de passageiros prestes a embarcar, as refeições também passam pela segurança do aeroporto. Ou seja, antes de chegarem à aeronave, as embalagens são escaneadas pelo raio-X e, só então, são liberadas. 

Passo #3: Estoque 

Agora, já no avião, as refeições são estocadas e devem ser mantidas refrigeradas corretamente para que não se estraguem e possam ser consumidas. 

Leia mais: Comida congelada é saudável?

Passo #4: Hora de cozinhar 

A princípio, as refeições da classe econômica são pré-cozidas, entretanto, congeladas. Por isso, antes de servidas, devem ser cozinhadas pelos atendentes de bordo. Em contrapartida, as refeições servidas a passageiros da primeira classe, são inteiramente cozinhadas e preparadas durante o voo. Na classe executiva, alguns preparos adicionais são feitos pelos atendentes, mas as refeições costumam ser previamente preparadas.

Não só, é importante ressaltar que cada alimento é congelado a uma temperatura específica, conforme recomendações.

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo