Clareamento dental com produtos caseiros do TikTok é reprovado em estudo

17 de março, 2022

Quem acompanha as trends do TikTok sabe que, vira e mexe, surge uma nova técnica de clareamento dental com ingredientes caseiros. De uns tempos para cá, o carvão ativado, a casca de banana e a cúrcuma são os ingredientes da vez.

Com isso, despertou-se a curiosidade sobre a real eficácia destes produtos para conquistar um sorriso mais branco, dando origem a um estudo feito na Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto.

É seguro fazer clareamento dental com ingredientes caseiros?

A pesquisa feita em 2020 e 2021 pela Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (Forp) da USP tinha como objetivo descobrir se existem evidências científicas de que a cúrcuma, a casca de banana e o carvão ativado seriam opções eficazes para um clareamento dental com ingredientes caseiros.

A resposta, contudo, foi não. Além de não terem efeito clareador, os pesquisadores descobriram que estes produtos ainda podem trazer prejuízos significativos para a saúde dos dentes.

Leia também: Clareamento dental caseiro com bicarbonato é seguro?

Enquanto o carvão ativado desgasta os dentes, a cúrcuma e a casca da banana podem escurecê-los, indo na contramão da proposta das trend do TikTok.

“A cúrcuma e a casca da banana podem causar certo amarelamento da cor dos dentes, devido à própria composição desses materiais”, explicou Fernanda de Carvalho Panzeri Pires de Souza, professora do Departamento de Materiais Dentários e Prótese da Forp e orientadora do estudo.

O carvão ativado, por sua vez, pode provocar um aumento drástico da rugosidade do dente, levando ao seu enfraquecimento, desgaste de esmalte, maior retenção de resíduos alimentares e manchas ao longo do tempo de uso.

Como foi feito o estudo

Os pesquisadores buscaram encontrar uma possível relação entre a duração do uso de materiais caseiros e seus resultados.

Para isso, eles realizaram simulações de escovação em um dos laboratórios de pesquisa da Forp. Nelas, foram consideradas as propriedades óticas e superficiais do esmalte dentário, ou seja, a cor e o brilho dos dentes, além da rugosidade.

Leia também: Alimentos que protegem os dentes

No caso do carvão ativado, por exemplo, foram feitos 14 dias de escovação – período de uso indicado na rede social -, e depois mais 30 dias. Com isso, eles observaram um intenso desgaste dos dentes após maior período de utilização do produto.

Além disso, os estudiosos também quiseram comparar cúrcuma, casca de banana e carvão ativado ao clareador odontológico prescrito por cirurgião-dentista, para ser usado em casa.

Leia também: Alimentos que mancham os dentes: conheça os principais

Por fim, os resultados deixam evidente que nenhum dos produtos caseiros testados mostrou efeito clareador sobre os dentes, apenas os malefícios citados acima.  

“A importância da pesquisa está em orientar a população com relação aos produtos disseminados nas mídias sociais, que, muitas vezes, não passam por testes laboratoriais e clínicos que possam garantir a eficácia e segurança de uso”, afirmou Carla Roberta Oliveira Maciel, aluna do Programa de Pós-Graduação em Reabilitação Oral e autora da pesquisa.

“Antes de aderir às técnicas disseminadas nas mídias sociais, consulte as opiniões de profissionais habilitados que, neste caso, são os cirurgiões dentistas”, finalizou.

Fonte: Pesquisa divulgada no Jornal da USP.

Sobre o autor

Ana Paula Ferreira
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em beleza e bem-estar.