Check-up masculino: conheça os exames que todo homem deve fazer

Saúde
08 de Maio, 2024
Check-up masculino: conheça os exames que todo homem deve fazer

Você é ou conhece algum homem que não vai ao médico de jeito nenhum? O hábito é muito mais comum do que parece, e estudos já indicam que a saúde do homem costuma ser muito mais negligenciada do que a da mulher, que evitam o check-up masculino à todo custo.

De acordo com uma pesquisa desenvolvida pelo Centro de Referência da Saúde do Homem de São Paulo, o número de homens que fazem consultas preventivas é 30% menor do que o de mulheres. E por conta desse costume, 60% dos pacientes do sexo masculino que procuram o serviço médico já estão com uma doença em estágio avançado.

Felizmente, temos acesso fácil à informação de qualidade, além de diversas ferramentas para cuidar do corpo e da mente. Contudo, nada substitui a consulta com um profissional especializado e a rotina de exames urológicos.

A urologia é a especialidade da medicina que cuida do sistema urinário e reprodutor. As condições e doenças mais comuns tratadas pelo urologista incluem:

  • Disfunção erétil;
  • Infertilidade;
  • Varicocele, que consiste na dilatação e na tortuosidade das veias testiculares;
  • Ejaculação precoce;
  • Doenças do sistema urinário: cálculo renal, cistite, infecções renais e incontinência urinária;
  • Câncer no sistema reprodutor e excretor (bexiga e rins);
  • Doenças sexualmente transmissíveis.

Check-up masculino: Exames

Os exames dependem dos sintomas do paciente. Assim, para um preventivo urológico, são solicitados exames como sangue (em que o mais importante é a dosagem do PSA), exames de urina e ultrassonografia do aparelho urinário e próstata. 

Porém, se houver suspeita de cálculo renal, é feita uma tomografia computadorizada; em casos de disfunção erétil e ejaculação precoce, a saúde mental do paciente deve ser avaliada com os demais exames clínicos e laboratoriais.

Quando o homem deve ir ao urologista?

Segundo tumor mais comum em homens, o câncer de próstata acomete mais de 65 mil pessoas todo ano, sendo a maioria após os 40 anos. Já o câncer de testículo, que afeta 2,2 homens a cada 100 mil, acontece em jovens de 15 a 35 anos.

Embora afete parte da população masculina, ambas as doenças sofrem muita desinformação e preconceito. Nesse sentido, uma das principais dúvidas é quando o homem precisa ir ao urologista.

Segundo especialistas, a visita deve acontecer logo na primeira infância e se repetir anualmente, de acordo com as fases da vida. Veja a seguir:

  • Bebê: para avaliar possíveis infecções, um testículo não descido, ou fimose;  
  • Adolescência: para tirar dúvidas sobre questões sexuais e doenças infectocontagiosas;  
  • Adulto jovem: para tratar questões de fertilidade, cálculos renais, disfunção erétil e problemas de ansiedade
  • A partir dos 45 anos: para cuidar da saúde como um todo.  

Fora essa avaliação anual, se houver alguma anomalia no desenvolvimento sexual ou presença da fimose, é importante adiantar as consultas médicas e manter um acompanhamento, especialmente no início da atividade sexual. 

É a partir da adolescência que o urologista pode ajudar na conscientização do jovem sobre diversas enfermidades, como o câncer de próstata e do testículo. 

Check-up masculino: Motivos para o homem ir ao urologista

Talvez uma das principais razões que afugentam o homem de cuidados médicos é a falta de informação associada ao medo. O preconceito com exames preventivos – o de toque, por exemplo – ainda são um tabu para muitos indivíduos adultos. 

Além disso, o fato de não sentirem sintomas afasta a possibilidade de realizar check-ups. No entanto, o homem também deve ir ao urologista para identificar problemas silenciosos, que só demonstram sinais em estágios avançados. É o caso dos cânceres de próstata e de testículos, que costumam ser discretos no início. Os sintomas que exigem avaliação profissional são:

  • Dificuldade de começar ou terminar de urinar.
  • Sangue na urina e necessidade de ir mais vezes ao banheiro durante a noite.
  • Sensação de peso no escroto.
  • Por fim, mudança no tamanho dos testículos.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!

5 hábitos saudáveis para enxaqueca
Saúde

5 hábitos saudáveis para enxaqueca

A enxaqueca é uma doença crônica que causa um tipo de dor de cabeça latejante