Entenda o que é neuroma de Morton, condição de Lore Improta

Saúde
23 de Fevereiro, 2023
Entenda o que é neuroma de Morton, condição de Lore Improta

A dançarina e influenciadora Lore Improta arrasou neste Carnaval de 2023. Ela desfilou como musa da Unidos do Viradouro, no Rio de Janeiro, e mostrou que tem muito samba no pé. Contudo, sua preparação durou meses, e precisou de um reforço: injeções para dores no pé devido a uma condição da artista que gera sensibilidade e formigamento na região. Entenda o que é e quais as principais causas no neuroma de Morton:

O que é?

Trata-se de uma lesão que afeta a planta do pé, especificamente o nervo entre o terceiro e o quarto dedo.

Também conhecido como síndrome ou metatarsalgia de Morton, o problema é mais comum entre mulheres. Além disso, a lesão costuma ser bilateral (ou seja, nos dois pés) em 15% dos casos.

Leia também: Lore Improta conta que teve diástase abdominal após gravidez

Quais as principais causas do neuroma de Morton?

As causas exatas do neuroma de Morton não são conhecidas. Contudo, sabe-se que ele afeta sobretudo as mulheres, justamente por conta do uso excessivo de salto alto, principalmente de bico fino.

Isso acontece porque esse tipo de calçado exerce pressão nos pés, sobrecarregando os nervos. O próprio organismo, então, produz uma espécie de tecido ao redor dos dedos na tentativa de protegê-los.

A condição também pode surgir em pessoas que costumam correr na rua ou em esteiras com calçados inadequados. Isso desenvolve microtraumas e, consequentemente, inflamação e formação do neuroma.

No caso da influenciadora, por exemplo, o problema pode ter surgido devido à sua carreira de anos como bailarina e dançarina. Lore precisou passar alguns dias ensaiando com sapatilhas, solas confortáveis e até tênis antes do desfile para conseguir sambar por algumas horas.

Os sintomas do neuroma incluem:

  • Dor e queimação no peito do pé que piora ao subir ou descer escadas;
  • Dormência no peito do pé e nos dedos;
  • Sensação de ter uma pedra no sapato;
  • Encurtamento da musculatura;
  • Por fim, inchaço na sola dos pés.

Assim, após o surgimento dos sinais, o ideal é buscar avaliação médica, especialmente de profissionais como ortopedista, reumatologista e podólogo. O tratamento pode ser feito de várias maneiras, sob orientação do médico e de acordo com a gravidade do quadro.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

foto de uma caderneta de vacinação com uma seringa
Saúde

Caderneta de vacinação em dia ajuda a evitar surtos de doenças

Especialistas alertam que a vacinação é um pacto de saúde coletivo

Chá de folha de mamão e dengue
Saúde

Chá de folha de mamão e dengue: é falso que bebida combate a doença

Não existem evidências científicas de que a bebida possui propriedades medicinais no tratamento da doença

vitamina B e dengue
Saúde

Vitamina B previne a picada do mosquito da dengue?

Sem comprovação científica, a técnica popular pode levar a população a uma falsa sensação de segurança