Bronzear sem se queimar: dicas para um bronzeamento saudável

Beleza Bem-estar
19 de Janeiro, 2023
Bronzear sem se queimar: dicas para um bronzeamento saudável

No verão, é comum curtir praias, rios e lagos. Assim, muitas pessoas aproveitam a oportunidade de renovar o bronzeamento da pele, mas alguns cuidados são necessários com a exposição solar, mesmo em dias nublados e chuvosos. Veja dicas para se bronzear sem se queimar!

Leia mais: Bronzeamento caseiro: confira os riscos de alguns métodos populares

Bronzear sem se queimar: cuidados importantes

“O cuidado deve ser redobrado, independente do tempo nublado ou chuvoso. Isso porque os raios solares vão chegar na superfície terrestre da mesma forma. Os raios UVA têm intensidade constante durante todo o ano. Já os raios UVB têm incidência aumentada no verão. Então, é importante manter os cuidados aplicando e reaplicando o protetor solar do mesmo jeito e escolhendo aqueles que são à prova de água, sempre com fator mínimo 30”, explica a médica dermatologista Julyanna do Valle.

Segundo ela, a recomendação da Sociedade Brasileira de Dermatologia para a quantidade de protetor solar adequada é medida em colheres de chá. A divisão ficaria assim: uma colher de chá para o rosto, pescoço, cabeça se for careca, orelha e nuca; uma colher de chá para a parte da frente do tronco e uma para a parte de trás; uma colher de chá para cada braço; duas colheres chá para cada perna, passando na frente e atrás. É importante também o uso de protetores físicos, como bonés, guarda-sol, óculos de sol e roupas com proteção solar.

Para proteger as crianças, é importante estar atento à categoria do protetor solar. Dessa forma, dos seis meses aos dois anos de idade, deve ser a versão baby. A partir de dois anos de idade, o ideal é utilizar o infantil. A camada deve ser generosa, sem esquecer qualquer parte do corpo, aplicando de preferência pelo menos 30 minutos antes da exposição solar e reaplicando a cada duas horas, também optando por aqueles resistentes à água e com fator mínimo 30.

Bronzeamento saudável

Se engana quem pensa que o bronzeamento não combina com proteção solar. A orientação para se bronzear sem se queimar é a mesma: usar filtro solar com fator mínimo 30 antes de se expor ao sol. Além disso, a exposição tem que ser o menor período possível, o ideal é de 15 a 20 minutos se for uma exposição direta e sempre nos horários adequados, isto é, antes das 10 da manhã e após as 16h da tarde.

“Uma coisa muito importante de lembrar é nunca se expor ao sol até ‘pegar a cor desejada’. O ideal é fazer isso de forma fracionada, com pequenas exposições por períodos mais frequentes, de maneira segura e deixando a pele descansar. Depois que a pele é estimulada pelo sol ela vai produzir melanina ainda por um tempo, então essa coloração que a pessoa deseja às vezes veremos depois de algumas horas ou dias, então é importante deixar a pele descansar, hidratar bem e evitar vermelhidão ou queimaduras”, explica a dermatologista.

Autobronzeadores

De acordo com a dermatologista, uma opção à exposição solar é o uso de autobronzeadores. Isso porque eles proporcionam a pigmentação gradativa da pele sem os riscos da exposição solar. Julyanna orienta ainda que para manter o bronzeamento por mais dias, as dicas são: hidratar muito bem a pele e consumir alimentos que sejam muito ricos em betacaroteno, pois ajudam a manter a pele com a coloração mais alaranjada ou avermelhada. Além disso, possuem ação antioxidante, evitam radicais livres e o estresse oxidativo da pele causados pela luz ultravioleta.

Cenoura, abóbora, beterraba, mamão, manga, batata doce e até folhas verdes, como couve e espinafre ajudam a manter a pele saudável e com a coloração por mais tempo. E jamais esquecer da hidratação, pois a exposição solar, mesmo que seja mínima, já aumenta o risco de desidratação ou até insolação. Por isso, é importante beber bastante líquido”, finaliza a dermatologista Julyanna do Valle.

Fonte: Dra. Julyanna do Valle, dermatologista.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

lesões no beach tennis
Bem-estar Movimento

Lesões no beach tennis: joelho e ombro são as mais comuns. Veja como evitar

Assim como em outras atividades, também há risco de lesões no Beach Tennis. Portanto, veja dicas de como evitar lesões como epicondilite lateral.

fasting mimicking
Alimentação Bem-estar

Diet Fasting Mimicking: o que é o método que imita jejum?

A metodologia restringe calorias por um período de tempo determinado

óleo de coco
Alimentação Bem-estar

Óleo de coco: benefícios e possíveis usos

Multiuso e cheio de benefícios, o óleo de coco é um dos destaque do momento para quem procura uma vida mais saudável. Saiba mais