Brasil terá sua própria vacina contra o vírus monkeypox

Saúde
07 de Setembro, 2022
Brasil terá sua própria vacina contra o vírus monkeypox

Os casos de varíola dos macacos (monkeypox) estão aumentando cada vez mais ao redor do Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde, o número de pessoas contaminadas, até o momento, ultrapassou 5 mil. Diante disso, pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), estão trabalhando para o país ter sua própria vacina contra o vírus monkeypox.

Produção da vacina contra o vírus monkeypox no Brasil

Os cientistas afirmaram que o início da produção do imunizante deve começar em cerca de seis meses, pois é o prazo ideal para realizar testes necessários. 

Leia também: Varíola dos macacos: acompanhe o número de casos pelo mundo

Mas a boa notícia é que, ao contrário da Covid-19, a produção da vacina contra a varíola dos macacos será mais rápida. Isso porque o vírus monkeypox não é novo, já era conhecido.

Além disso, segundo os pesquisadores, a vacina também irá proteger contra a varíola humana, uma enfermidade erradicada desde a década de 1970. Para realizar os estudos, o Instituto Nacional de Saúde (INS), dos Estados Unidos, doou duas amostras do “vírus-semente”.

Leia mais em: Vacina da varíola humana funciona para o vírus dos macacos? Entenda

Marcelo Morales, secretário de Pesquisa e Formação Científica do MCTI, ressaltou em entrevista ao O Globo que se os casos da doença aumentarem em grande escala, outros países podem querer a vacina. —Se não tivermos uma solução interna para a produção, podemos ficar numa situação bastante complicada — afirma.

No entanto, é necessário aguardar a certificação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que pode aumentar o prazo.

Referência: O globo

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas

corredor abaixado segurando a perna aparentemente com dor
Bem-estar Movimento Saúde

Será que eu estou com canelite? Médico destaca principais sinais

A condição é uma das principais preocupações entre os corredores. Ortopedista explica como identificar os sintomas característicos da canelite