Adaptação depois do transplante: Faustão volta a ser internado em SP

Saúde
21 de Setembro, 2023
Adaptação depois do transplante: Faustão volta a ser internado em SP

Apenas 10 dias após passar pelo transplante do coração, Faustão voltou para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O apresentador passou mal em casa, nesta quarta-feira (20/9), e foi para a unidade de saúde. Após a repercussão da notícia, a instituição médica divulgou boletim médico para atualizar os fãs sobre o atual estado de saúde do apresentador e sua adaptação depois do transplante.

De acordo com o comunicado, Fausto Silva chegou ao hospital para realizar exames de rotina pós-transplante cardíaco. “Trata-se de protocolo de rotina que avalia o funcionamento do coração e se há indícios de rejeição”, completa a nota assinada pelos médicos Fernando Bacal, Fábio Antônio Gaiotto e Miguel Cendoroglo Neto.

Leia mais: Fila do transplante: como Faustão conseguiu um novo coração?

Adaptação depois do transplante: internações são comuns

A rotina de recuperação depois de um transplante cardíaco costuma ser marcada por internações, seja por conta do próprio procedimento ou não. Uma das fases mais importantes é a reabilitação cardiopulmonar. Pacientes que passaram por um transplante cardíaco apresentam, frequentemente, dificuldades para fazerem exercícios físicos, atrofia e fraqueza dos músculos e menor capacidade aeróbia. Isso ocorre por conta da inatividade pré-operatória e pelo baixo desempenho pulmonar e na circulação sanguínea, que caracterizam a insuficiência cardíaca.

Durante a reabilitação, é comum que o paciente receba indicação de uma caminhada leve, como exercício aeróbico, e depois evolua para atividades em bicicleta ergométrica. O tempo médio de acompanhamento multidisciplinar é de seis meses.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

montagem com as fotos de Wagner
Saúde

Ele já fez mais de 100 doações de sangue e plaquetas: “dar um pouco da minha saúde para quem precisa”

Conheça a história de Wagner Hirata, que tem as doações de sangue e plaquetas como um de seus propósitos de vida

neuralgia do trigêmeo
Saúde

Neuralgia do trigêmeo: doença que provoca uma das piores dores do mundo

Sintomas de doença são dores muito fortes e rápidas em apenas um lado do rosto, causando sensação de choque ou de um golpe muito forte

Reynaldo Gianecchini
Saúde

Reynaldo Gianecchini revela diagnóstico de doença autoimune

A síndrome de Guillain Barré causa fraqueza e dificuldades para mover os braços e as pernas