Vacinação contra COVID 19 em crianças: principais dúvidas

Saúde
31 de Janeiro, 2022
Vacinação contra COVID 19 em crianças: principais dúvidas

Dra. Ana Escobar, médica pediatra e colunista da Vitat, esclarece as principais dúvidas quando o assunto é vacinação contra COVID 19 em crianças.

A vacina contra Covid 19 para crianças é segura? Posso MESMO vacinar meu filho?

PODE e DEVE vacinar seu filho. Sim, as duas vacinas já liberadas pela Anvisa para uso no Brasil – Pfizer e Coronavac são seguras para seus filhos. Como sabemos disso? Pelos estudos já realizados e, principalmente, pelos dados de vida real que já temos hoje. Imaginem que mais de 10 milhões de crianças já foram vacinadas com Pfizer nos Estados Unidos e, segundo o Ministério de Saúde chinês, mais de 84 milhões de crianças de 3 a 11 anos foram vacinadas na China. Houve efeitos colaterais que contraindicassem ou justificassem a suspensão de vacinação contra COVID 19 em crianças? NÃO. Por isso, levem seus filhos para receber a vacina.

Qual vacina posso dar no meu filho? Quais as principais diferenças entre a da Pfizer e a Coronavac?

A Coronavac está liberada no Brasil para crianças acima de 6 anos e tem uma contraindicação: crianças que possuem imunossupressão. A Pfizer pode ser dada em crianças acima de 5 anos e as crianças com imunossupressão podem recebê-la, sem problemas. O intervalo entre a primeira e segunda dose da Coronavac é de 14 a 28 dias. As doses da Pfizer devem ser dadas com intervalo de 3 a 8 semanas. Mas, ambas são seguras, eficazes e são excelentes para proteger todas as crianças. 

Meu filho tem alergia. Posso vaciná-lo?

SIM. Nenhum tipo de alergia contraindica as vacinas da Pfizer ou Coronavac. Assim, isso significa que seu filho pode ser vacinado mesmo se tiver alergia a ovo ou a leite de vaca, por exemplo. Situações como asma ou bronquite ou outras comorbidades também não contraindicam a vacinação. A única observação vale para crianças com imunossupressão, que devem ser vacinadas com a Pfizer. 

Quais são as reações esperadas das vacinas contra Covid-19 em crianças?

Tanto a vacina da Pfizer como a Coronavac podem dar um pouco de dor no local da aplicação que, em geral, melhora com uma compressa fria. Pode também ocorrer uma febre, em geral baixa, acompanhada de cansaço. Mas, estes sintomas não são comuns a todas as crianças e duram, em média, de 24 a 48 horas e não comprometem as atividades normais das crianças. 

E a miocardite que a vacina da Pfizer pode causar? Devo me preocupar?

Um número MUITO pequeno de crianças de fato apresentou miocardite pós vacina da Pfizer. Segundo o CDC (Center for Disease Control), entidade americana que publicou um estudo a respeito, este número foi menor que 10 crianças em mais ou menos 8 milhões de vacinados. Mas, como estas crianças evoluíram? TODAS curaram, sem sequelas. Por isso, a vacina continua sendo administrada e não foi suspensa. Importante saber que a doença Covid pode causar miocardite nas crianças, com uma chance 20 vezes maior do que a vacina. Por isso, vacinem seus filhos. 

dra ana escobar

Sobre o autor

Dra. Ana Escobar
Dra. Ana Escobar (CRM 48084) @draanaescobar Médica pediatra formada pela FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), pela qual também obteve Doutorado e Livre Docência no Departamento de Pediatria. Atualmente é membro do Conselho Diretor do Centro de Desenvolvimento da Infância de Medicina da USP

Leia também:

Medir a pressão arterial
Saúde

Medir a pressão arterial: veja novas recomendações

Veja novas recomendações da Sociedade Brasileira de Cardiologia

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas