Tomar whey protein sem treinar engorda ou faz mal à saúde?

Alimentação Bem-estar
16 de Maio, 2023
Tomar whey protein sem treinar engorda ou faz mal à saúde?

O whey protein é um suplemento muito popular, até mesmo entre aqueles que não praticam atividade física. Por seus benefícios à saúde, o produto se tornou quase indispensável na vida de quem treina, pois oferece uma boa quantidade de proteínas para a recuperação e o ganho de massa muscular. Mas, será que pode tomar whey protein sem treinar ou o consumo pode ser prejudicial à saúde?

Veja também: Receitas de suco verde para começar bem o dia

Tomar whey protein sem treinar não faz mal, mas requer atenção

A função principal do whey protein é suplementar proteínas, que desempenham muitos papéis no organismo. Alguns deles:

  • Participam do processo de construção e reparação muscular.
  • Atuam na força do sistema imunológico.
  • Melhoram o funcionamento do metabolismo.
  • Promovem saciedade, controlando o apetite.

Embora o suplemento seja comercializado com a finalidade de trazer ganhos a quem treina, é possível tomar whey protein sem se exercitar. De forma geral, o produto é seguro para a saúde e não contém nenhuma substância nociva ao organismo.

No entanto, pessoas com intolerância, alergia à lactose ou com algum tipo de restrição alimentar devem evitar o produto.

Cuidado com a dieta

Sozinho, o whey protein não é capaz de provocar o ganho de peso. No entanto, em um contexto cuja dieta está mal planejada, pode somar calorias e, como resultado, engordar.

Por isso, é importante ajustar a alimentação para encaixar o suplemento na rotina, de forma que ele seja um auxiliar para atingir a quantidade ideal de proteínas em um dia.

Outro ponto é que o consumo de whey protein e de qualquer outra substância precisa de prescrição de um nutricionista ou médico. Afinal, você pode estar ingerindo mais proteínas do que o necessário.

Quando isso acontece, o corpo dispensa o excesso por falta de utilidade ou, em alguns casos, pode gerar problemas renais. Então, busque orientação para elaborar uma dieta adequada e se o whey protein é uma boa alternativa.

O que a ciência diz sobre tomar whey protein?

Diversos estudos já comprovaram a eficácia do suplemento, que conta com dezenas de versões, sabores e marcas. Algumas delas enriquecem a fórmula com vitaminas e outros micronutrientes para torná-lo ainda mais completo.

Portanto, é bom lembrar que o whey é excelente para ajudar indivíduos que têm dificuldades em bater a média de proteínas. Nem sempre é possível seguir um cardápio variado, com fontes do nutriente em todas as refeições.

Por esse e outros motivos, uma pesquisa avaliou os efeitos do whey protein em pessoas idosas. A suplementação de proteínas e de outros nutrientes torna-se fundamental para prevenir a perda muscular e doenças como a sarcopenia, também conhecida como “pré-osteoporose”.

Nesse sentido, o estudo publicado pela American Journal of Phisiology, Endocrinology and Metabolism recomenda o consumo de whey protein pela terceira idade. Além disso, o suplemento, quando associado a uma alimentação equilibrada, fortalece o sistema imunológico e reduz a incidência de infecções e outras doenças.

A pesquisa reuniu 33 participantes com mais de 70 anos, que tomaram doses diferentes do suplementos — 10 g, 20 g e 35 g. Como resultado, quem ingeriu a quantidade maior obteve melhora nos índices de massa muscular.

Mas, não custa reforçar: fale com um profissional de saúde para avaliar se o consumo faz sentido para você!

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas