Terapia com ondas de choque: Para que serve e como funciona

Saúde
18 de Novembro, 2021
Terapia com ondas de choque: Para que serve e como funciona

A terapia — ou fisioterapia — com ondas de choque (TOC) é um tipo de tratamento não invasivo que tem como objetivo tratar problemas articulares, musculares e esqueléticos. Por exemplo, tendinites, bursite, fascite plantar, fratura por estresse, celulite, úlceras cutâneas, entre outros. 

Apesar de ser um tratamento simples, é fundamental que seja feito por um profissional capacitado. Além disso, nem todas as pessoas podem utilizá-lo. Pois o método é contraindicado para mulheres grávidas e em pessoas com câncer, pelo fato de poder estimular o crescimento do tumor.

Leia também: Lesão labral: O que é e quais são os tratamentos

t

Benefícios 

O tratamento feito com as ondas de choque pode trazer várias vantagens para o corpo. Assim, veja abaixo as principais:

  • Reduz a inflamação, ajudando a aliviar o inchaço e a dor local;
  • Estimula a formação de novos vasos sanguíneos e promove a reparação da lesão. Isso porque esse tratamento aumenta a quantidade de sangue e oxigênio na região;
  • Aumenta a produção de colágeno.

Leia também: Exercícios para celulite: Conheça as melhores opções

Como funciona a terapia com ondas de choque

A aplicação do tratamento é feita por meio de um equipamento que emite ondas de choque na região afetada. 

Na maioria das vezes, o procedimento costuma ser indolor. Mas antes de iniciar, o terapeuta pode utilizar uma pomada para adormecer a parte do corpo a ser tratada, a fim de evitar possíveis desconfortos. Em seguida, após o paciente deitar em uma posição agradável, o profissional aplica um gel para transferir as ondas de choque de maneira eficiente.

Geralmente, o tratamento tem duração de 30 minutos e são necessárias de 3 a 10 sessões para tratar totalmente as dores ou as lesões da áreas afetadas. 

A terapia com ondas de choque é vista como um método eficaz. Porém, em alguns casos mais graves, o tratamento não é suficiente, podendo ser necessário realizar cirurgias.

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!

5 hábitos saudáveis para enxaqueca
Saúde

5 hábitos saudáveis para enxaqueca

A enxaqueca é uma doença crônica que causa um tipo de dor de cabeça latejante