Sono desregulado pode causar compulsão alimentar

3 de dezembro, 2021

Ter uma noite de sono de qualidade é essencial para o nosso corpo e para a nossa mente. Isso porque o corpo precisa de descanso para recompor as energias, independentemente do seu estilo de vida. Segundo o psicólogo André Barbosa, o sono desregulado pode gerar vários problemas que podem trazer riscos à saúde física e mental, como a compulsão alimentar. 

Assim, diversas pessoas têm dificuldade para dormir. Segundo a Associação Brasileira do Sono, um a cada três brasileiros sofrem com a insônia. O distúrbio tem como sintomas a incapacidade de adormecer e de ter um período de sono ininterrupto, podendo acordar várias vezes durante a noite (e demorar para cair no sono novamente). 

O que é compulsão alimentar?

A compulsão alimentar é caracterizada pela falta de controle na ingestão dos alimentos. Isto é, quando a pessoa come por vontade de comer e não por fome. Dessa forma, muitas vezes a alimentação se baseia em excessos de alimentos gordurosos ou cheios de açúcar.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2017 garantem que o transtorno da Compulsão Alimentar Periódica (TCAP) atinge em torno 2,6% da população do mundo. 

Leia também: Compulsão alimentar: Como identificar e controlar

Relação do sono desregulado e compulsão alimentar

“As pessoas que estão com compulsão alimentar saem em busca da dieta perfeita e os nutricionistas não conseguem compreender porque não há resultados em pacientes que estão com compulsão vinculada a desregulação do sono”, relata o psicólogo.

André Barbosa explica, ainda, que o sono e a alimentação ficam desregulados por conta do aumento da produção de cortisol —  hormônio do estresse. “Quanto maior a quantidade de sono desregulado, maior a quantidade de cortisol. É como se o sistema primitivo cerebral estivesse emitindo um alerta de perigo”, detalha.

Leia também: Sono irregular causa mau humor e pode provocar depressão

De acordo com ele, essa superprodução de cortisol faz com que o cérebro peça mais alimentos para aumentar o consumo calórico e ter mais energia para produzir o hormônio do estresse. “Enquanto o nutricionista não perceber isso, o paciente não vai se adaptar a nenhuma dieta”, afirma André Barbosa.

Fonte: André Barbosa, psicólogo e autor de 6 livros com variados temas referentes à mente humana. Entre eles, está a obra “Qualidade do sono” contendo mais de 50 técnicas para ajudar a dormir melhor, pois, de acordo com o escritor, “Sem sono, não há qualidade de vida”.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Repórter