Saúde mental: Sinais de que a sua não anda bem

Bem-estar Equilíbrio
28 de Julho, 2023
Lívia Barbosa Alves de Souza
Revisado por
Psicóloga • CRP 01/22261
Saúde mental: Sinais de que  a sua não anda bem

Cuidar da saúde mental é tão importante quanto da saúde física. Ela é essencial para ter uma melhor qualidade de vida e evitar problemas como ansiedade, exaustão e depressão. 

Mas, muita gente costuma dar prioridade apenas para a saúde do corpo. E, ao sentir dor de cabeça, correm para o médico para descobrir o que é. No entanto, ao sofrer com oscilações constante das emoções, raiva e longos períodos de tristeza, não procura ajuda.

De acordo a Organização Mundial da Saúde (OMS), entre os transtornos mentais mais comuns estão a depressão, o transtorno afetivo bipolar, a esquizofrenia e outras psicoses, demência, deficiência intelectual e transtornos de desenvolvimento, incluindo o autismo. Portanto, é essencial observar qualquer sinal de que sua saúde mental não anda bem.

Isolamento

Isolar-se de todos, evitar sair com amigos ou participar de atividades sociais não é um bom sinal. Pode estar relacionado a problemas de saúde como depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia, ansiedade, entre outros. 

Contudo, isso não quer dizer que tirar um tempo para si mesmo é uma coisa ruim. Passar um tempo sozinho pode ser um ato de autocuidado. Porém, uma perda de interesse nas atividades que costumava desfrutar pode ser um sinal de alerta. Como na maioria dos sintomas de doença mental, esse isolamento geralmente representa um afastamento do comportamento passado. 

Problemas com o pensamento

Na depressão, as pessoas podem ter problemas para se concentrar e lembrar das coisas. É comum se sentir confuso ao tentar coordenar tarefas de rotina ou se sentir mais indeciso que o normal.

Leia também: Afinal, como cuidar melhor da saúde mental?

Problemas semelhantes com a memória e a concentração podem ocorrer com a esquizofrenia, juntamente com a dificuldade em solucionar problemas.

Além disso, problemas cognitivos podem levar a algumas das mudanças que podem sinalizar uma doença mental: absenteísmo da escola, queda de notas, falta de trabalho.

Problemas com o sono

Cerca de 80% das pessoas com diagnóstico para algum transtorno mental têm problemas com o sono. É especialmente notável em diferentes transtornos de ansiedade, depressão, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e transtorno bipolar.

Todos podem se beneficiar de uma boa noite de sono. Para a maioria das pessoas, o recomendado é de sete a nove horas por noite. Mesmo se você tiver uma boa condição de saúde mental, os mesmos truques que funcionam para os outros podem funcionar: reduzir a cafeína, fazer exercícios, ir para a cama e acordar todos os dias no mesmo horário e não mexer em dispositivos eletrônicos. Terapia e medicamentos também podem ajudar.

Mudanças de apetite

Não ter vontade de comer e recusar qualquer comida, podem ser sintomas centrais da anorexia nervosa, um grave distúrbio psiquiátrico. A anorexia normalmente ocorre junto com outras doenças mentais, incluindo depressão e transtornos de ansiedade. 

Comer menos ou perder o apetite e o interesse pela comida também pode ser um sinal de depressão, ansiedade ou até mesmo estresse diário. Com isso, não comer o suficiente pode levar à perda de peso e, se for excessivamente, pode ser um indicador de que algo está errado.

Comportamento incomum

Um dos maiores sinais de alerta de uma doença mental é a mudança. Por exemplo, quando uma pessoa que fala demais se cala, ou uma pessoa introvertida se torna estranhamente extrovertida. 

Embora metade de todas as doenças mentais apareça aos 14 anos, pode ser mais fácil identificar essas mudanças nos adultos. Três quartos das doenças mentais aparecem quando uma pessoa tem 24 anos ou mais.

Portanto, se você acha que a sua saúde mental ou a de alguém próximo não anda bem, considere procurar ajuda de um profissional para que ele te ajude a identificar se há um diagnóstico e indicar o tratamento adequado.

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

ator Cauã Reymond segurando um garfo e uma faca e usando um babador
Alimentação Bem-estar

Cauã Reymond mostra jantar saudável com sopa, frango e legumes

Ator compartilhou em suas redes socais o que comeu na noite de Dia dos Namorados (12/06). Confira o jantar de Cauã Reymond

personal ajudando aluno a fazer o exercício crucifixo inclinado na academia
Bem-estar Movimento

Crucifixo inclinado: como fazer corretamente para evitar dores

A posição do banco no crucifixo inclinado faz com que o exercício enfatize bem os músculos do peitoral. Confira o passo a passo

criança nadando na piscina
Bem-estar Movimento

Crianças podem (e devem) fazer natação no inverno!

Prática deve ser contínua mesmo no frio, pois aumenta imunidade e o gasto calórico. Veja os benefícios da natação no inverno para as crianças!