Segunda dose de reforço da Covid será liberada para pessoas com 50+

3 de junho, 2022

Ontem (2), o Ministério da Saúde anunciou que a segunda dose de reforço ou quarta dose da vacina da Covid-19 poderá ser aplicada em indivíduos com 50 anos ou mais em todo o país. Antes do comunicado oficial, algumas cidades já haviam liberado a vacinação para o novo grupo. A cidade de Manaus e o estado do MS ampliaram o esquema vacinal para essa faixa há algum tempo. O estado do Piauí, por exemplo, autorizou a quarta dose até para quem possui mais de 18 anos.

Por sua vez, Brasília, Macapá, Aracaju e Maceió, iniciam hoje (3) a campanha da segunda dose de reforço para pessoas com mais de 50 anos. Nos próximos dias, a tendência é que outras cidades e Estados façam o mesmo e reforcem a importância da vacinação devido ao aumento de casos de infecção por Covid-19.

Veja também: 4ª onda: testei positivo para Covid. Afinal, quanto tempo devo ficar em isolamento?

Quais são os critérios para receber a segunda dose de reforço?

Antes de mais nada, é importante respeitar o tempo de 4 meses entre uma dose e outra. Caso contrário, precisa aguardar o prazo para completar o cronograma de imunização. Profissionais de saúde e pessoas imunossuprimidas continuam tendo prioridade sob a mesma recomendação de intervalo.

Para receber a dose, basta comparecer a um posto com RG, CPF e o cartão de vacina da segunda dose. Durante a visita ao local de vacinação, é obrigatório utilizar máscara. Embora não seja regra nos demais locais, a máscara serve como medida de segurança, sobretudo em ambientes fechados — não só para evitar a transmissão do Covid-19, mas da gripe e de doenças comuns às estações de clima mais frio.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.