Por que sentimos sede depois de comer doce?

5 de março, 2020

Você já deve ter percebido a relação entre comer doce e sentir sede de água logo em seguida, mas já se perguntou por qual motivo surge essa vontade de beber água depois da sobremesa?

A razão tem a ver com um aumento nos níveis de açúcar no sangue. Quando você coloca o açúcar no seu organismo, ele primeiro entra no estômago e, depois, vai para a corrente sanguínea.

Assim, quando as partículas de açúcar atingem o sangue, a água sai das células e entra na corrente sanguínea para restaurar o equilíbrio. Enquanto as células perdem água, elas enviam sinais ao cérebro, indicando que precisam de mais H2O. O resultado? Você sente vontade de beber algo depois de comer doce. 

Essa cadeia de eventos acontece muito rapidamente. Como a glicose é absorvida pelo intestino e pela corrente sanguínea de forma quase instantânea, você pode sentir sede em cinco ou 10 minutos.

Porém, a melhor maneira de saciar essa a sede induzida pelo açúcar é com um copo de água. 

Leia também: Pirulito para emagrecer: Conheça o método adotado por Anitta

Comer doce x água e outras bebidas

Tomar uma bebida açucarada em cima da sobremesa não ajuda em nada. Você não está apenas confundindo seu organismo colocando mais açúcar no corpo, mas também recebendo muitas calorias vazias.

Por fim, já pensou em diminuir a quantidade de açúcar que você consome? Estamos cercados por ele, e consumi-lo é delicioso. No entanto, açúcar incentiva comer em excesso e causa problemas sérios de saúde, como obesidade e diabetes. 

Desintoxicar do açúcar pode ajudar a perder peso rapidamente. Assim, a prática também garante mais energia ao corpo, menos mudanças de humor e uma melhora no aspecto da pele. 

Vale lembrar que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda uma dose máxima de 6 colheres de chá de açúcar por dia (1 colher de chá = cerca de 4 g). Esta quantidade corresponde a necessidade média de energia de um adulto cuja atividade é moderada.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.