Saúde das crianças no calor: pediatra recomenda cuidados

Saúde
17 de Novembro, 2023
Saúde das crianças no calor: pediatra recomenda cuidados

Estamos vivendo uma forte onda de calor. Como consequência das altas temperaturas, podem surgir sérios riscos à saúde de crianças e bebês. De acordo com o Dr. Gabriel Farias, pediatra, a desidratação e a insolação são quadros que podem aparecer com frequência nos dias mais quentes, dependendo da exposição. Por isso, veja agora como cuidar da saúde das crianças no calor.

Leia mais: Frutas refrescantes que ajudam a hidratar o corpo no calor

Dicas para cuidar da saúde das crianças no calor

O especialista listou 5 dicas para os pequenos enfrentarem esse calor e manterem a saúde em dia:

1- Evitar alimentos com potencial de causar alergias e/ou síndromes diarreicos, principalmente nos dias de maior temperatura. Uma vez que o calor por si só já pode preconizar estado de desidratação, então, associado a esse tipo de alimentação, o quadro pode ser agravado.

2- O protetor solar é elemento de uso diário, mesmo que a criança vá permanecer em ambiente fechado, como por exemplo na escola. Atentando sempre para as indicações dos protetores para cada faixa etária.

3- As mudanças bruscas de temperatura não são adequadas, porém nem sempre é possível evitar. O ideal é manter a criança em locais mais frescos. Fora da incidência direta dos raios solares principalmente no período das 10h às 16h.

4- Além dos cuidados com a exposição à radiação solar, devemos lembrar que nos dias de calor a frequência das famílias a ambientes como praia, parques, piscinas, clubes, também aumenta. A atenção deve ser portanto redobrada, já que nesses ambientes as doenças estão mais suscetíveis à acidentes como afogamento e traumatismos.

5 – Oferecer água para a criança de acordo com o seu peso. Para os bebês de 0 a 6 meses que tomam leite artificial, a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda 700 ml de água por dia; para bebês de 7 a 12 meses, 800 ml. Para crianças de 1 a 3 anos, o recomendável é de 1,3 litros. Crianças de 4 a 8 anos; 1,7 litros. Crianças de 9 a 13 anos, 2,4 litros e crianças e jovens de 14 a 18 anos; 3,3 litros. É importante analisar também a estação do ano, se a criança pratica atividade física e a sua alimentação.

Fonte: Dr. Gabriel Farias, pediatra do Hospital Icaraí em Niterói.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Por quanto tempo devo tomar vitamina C
Alimentação Bem-estar Saúde

Por quanto tempo devo tomar vitamina C?

Aliada a imunidade e a beleza, a vitamina C está ligada a uma série de benefícios para a saúde. Veja recomendações sobre o consumo prolongado

montagem com as fotos de Wagner
Saúde

Ele já fez mais de 100 doações de sangue e plaquetas: “dar um pouco da minha saúde para quem precisa”

Conheça a história de Wagner Hirata, que tem as doações de sangue e plaquetas como um de seus propósitos de vida

neuralgia do trigêmeo
Saúde

Neuralgia do trigêmeo: doença que provoca uma das piores dores do mundo

Sintomas de doença são dores muito fortes e rápidas em apenas um lado do rosto, causando sensação de choque ou de um golpe muito forte