Rest-pause: o que é, benefícios e como fazer

Bem-estar Movimento
21 de Outubro, 2022
Bianca Carolina Pichirilli
Revisado por
Educadora Física • CREF 144786-G/SP
Rest-pause: o que é, benefícios e como fazer

Existem diversos métodos para gerar hipertrofia (ganho de músculos), incluindo o rest-pause, uma técnica ultra avançada de musculação. Assim como o bi-set, drop-set, entre outros.

De acordo com Matheus Sarria, personal trainer e especialista em treinamento personalizado online, o recomendado é ter pelo menos 1 ano na musculação para poder utilizá-la. 

O rest-pause consiste em fazer repetições de um exercício até a falha e, em seguida, realizar descansos curtos. Dessa forma, o objetivo principal é aumentar o número de repetições numa série. 

Para que serve o rest-pause?

O método rest pause é um ótimo método para quem quer alcançar um volume maior de treino, que é muito importante para adaptações de força e hipertrofia. Pois pelo intervalos entre as séries, ocorre a reposição parcial dos estoques de creatina-fosfato, assim permitindo um maior número de repetições por série e gerando maior estresse metabólico.

A inclusão de métodos como rest pause para pessoas avançadas podem ser produtivos para aumentar o tempo sobre tensão e o estresse metabólico, principalmente para as pessoas que já estão adaptadas aos métodos tradicionais. O estresse metabólico desse método pode aumentar as adaptações na força e hipertrofia. 

Leia também: Treino super-set: Entenda o que é e como funciona

Benefícios

A técnica pode trazer vários benefícios por causa dos descansos curtos entre as repetições de cada série. Assim, um dos benefícios é aumentar o volume de treinamento sem perder eficácia na intensidade.

Além disso, há outros benefícios, confira: 

  • Aumento de volume do treinamento;
  • Aumento da intensidade do treinamento;
  • Maior estresse metabólico; 
  • Aumento de carga; 
  • Aumento das adaptações na força;
  • Aumento das adaptações na hipertrofia.

Como fazer o rest-pause?

Se você tem alguma lesão mas deseja fazer o método, é importante ter o acompanhamento de um educador físico para não comprometer a saúde.

Para realizá-lo, Matheus lembra que além de estar em um nível avançado é necessário realizar um teste. “Chamado de RM (repetição máxima), esse teste permite que você encontre a carga máxima no exercício para apenas uma repetição. Após encontrar o seu RM, você realiza o método com 70 a 90% da carga máxima. 

Geralmente, o método consiste em realizar de 3 a 4 séries de movimentos até a falha. Logo após alcançar a falha, o ideal é realizar um descanso rápido de cinco a 20 segundos e tentar realizar o movimento até a fadiga novamente. 

Um exemplo disso, é com o agachamento tradicional. Em um treino de 4 séries de 10 repetições, faça a primeira série até a falha, e ao finalizar, descanse 10 segundos. “A primeira série só será finalizada quando você não conseguir realizar nenhuma série por conta da fadiga”, explica o profissional. 

De acordo com Matheus, após realizar a primeira série no método “rest-pause”, o aluno descansa de 1 a 3 minutos e realiza as próximas 3 ou 2 séries. 

“Porém, quando a carga não está devidamente correta, o método pode perder a eficácia  e o exercício ter sido em vão”, ressalta o personal trainer.

Existe contraindicação?

Matheus lembra que essa técnica é muito avançada, e nem todo mundo pode realizá-la sem acompanhamento. “Um dos principais parâmetros é ter estrutura e valências como força e resistência mais aprimoradas. Para saber se o indivíduo está apto a realizar este método um dos pontos importantes é ser avaliado por um profissional de educação física e realizar alguns testes”, diz.

Bianca Pichirilli, educadora física da Vitat, lembra que iniciantes podem utilizar essa técnica, mas com o acompanhamento de um profissional de educação física capacitado. “Por exemplo, eu utilizo essa técnica com uma aluna iniciante que tem lesão (desgaste) no quadril e joelho. E eu não posso aumentar muito as cargas com ela, nesse caso utilizo o rest-pause para conseguir chegar a falha sem subir muito as cargas”, afirma a especialista.

Exemplos de exercícios com rest-pause

O método rest pause pode ser aplicado em qualquer exercício que possa utilizar sobrecarga de 70% a 90% de 1 RM. Como por exemplo:

  • Supino reto;
  • Agachamento na barra;
  • Puxada aberta no Pulley;
  • Remada na máquina; 
  • Bíceps com halteres;
  • Tríceps na polia alta. 

Fonte: Personal trainer Matheus Sarria, especialista em treinamento personalizado online. 

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

ator Cauã Reymond segurando um garfo e uma faca e usando um babador
Alimentação Bem-estar

Cauã Reymond mostra jantar saudável com sopa, frango e legumes

Ator compartilhou em suas redes socais o que comeu na noite de Dia dos Namorados (12/06). Confira o jantar de Cauã Reymond

personal ajudando aluno a fazer o exercício crucifixo inclinado na academia
Bem-estar Movimento

Crucifixo inclinado: como fazer corretamente para evitar dores

A posição do banco no crucifixo inclinado faz com que o exercício enfatize bem os músculos do peitoral. Confira o passo a passo

criança nadando na piscina
Bem-estar Movimento

Crianças podem (e devem) fazer natação no inverno!

Prática deve ser contínua mesmo no frio, pois aumenta imunidade e o gasto calórico. Veja os benefícios da natação no inverno para as crianças!