Por que 10 mil passos? Quantos passos realmente devemos dar por dia?

Bem-estar Movimento
20 de Julho, 2021
Por que 10 mil passos? Quantos passos realmente devemos dar por dia?

Quando o assunto é cuidar da saúde e diminuir os riscos de diversas doenças cardiovasculares e até de morte prematura, os cientistas são unânimes: é preciso trazer mais movimento para o dia a dia. Mas você provavelmente já deve ter se perguntado: exatamente quanto movimento é considerado ideal? Ou, então: quantos passos devemos dar por dia?

De tempos em tempos, órgãos renomados mudam suas recomendações a respeito da quantidade de exercícios físicos necessários para deixarmos de fazer parte do grupo dos sedentários. Isso porque eles estão sempre atualizando suas cartilhas conforme novos estudos surgem e aprimoram o que sabemos sobre a nossa saúde.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), por exemplo, trocou em novembro de 2020 os seus conselhos sobre o tempo adequado de atividade semanal — de 150 minutos de treinos moderados por semana para 300.

Contudo, pesquisas recentes também apontam que de nada adianta fazer a sua caminhada diária — ou frequentar a academia três vezes por semana — se você passa o resto do dia sentado: os benefícios da atividade física, nesses casos, são praticamente anulados.

É por isso que, além da prática de esportes, precisamos prestar atenção em quantos passos devemos dar por dia (ainda mais na pandemia). Mas será que existe um número exato? Entenda:

10 mil passos por dia: Como a meta surgiu

A ideia de que são necessários no mínimo 10 mil passos por dia para a manutenção da saúde foi citada pela primeira vez em 1965, durante a realização dos Jogos Olímpicos, em Tóquio. Um pesquisador chamado Yoshiro Hatano descobriu que os 10 mil passos diários aumentam em até 20% a queima calórica do organismo e, consequentemente, reduzem as chances de doenças cardiovasculares e obesidade.

O estudo de Yoshiro foi seguido do lançamento do pedômetro (contador de passos) chamado Manpo-kei — “man” significa 10 mil, “po” significa passos e “kei” significando metro. Na época, o dispositivo foi sucesso absoluto.

Desse modo, podemos concluir que a estratégia não passou de uma jogada de marketing que deu muito certo. Isso porque a meta já virou recomendação oficial de saúde de instituições como OMS, American Heart Association e Centers for Disease Control and Prevention.

Mas quantos passos devemos dar por dia?

Após a divulgação do Manpo-kei, diversas pesquisas foram feitas para comprovar se o número de ouro é realmente esse. Previsivelmente, algumas delas descobriram que dar 10 mil passos por dia é melhor que dar 5 mil, por exemplo.

Mas o que ainda levanta algumas questões é como devemos fazer a contagem dos nossos passos. Especialistas dizem que ela precisa ser iniciada a partir do momento que levantamos, e finalizada quando deitamos. Para isso, além dos pedômetros, já existem inúmeros aparelhos que fazem esse trabalho para você: desde relógio inteligente a aplicativo de celular para contar passos.

Ademais, o cálculo pode variar de acordo com alguns fatores, como idade e objetivo. Se você é mais velho, por exemplo, pode ser que não consiga atingir a meta. Ou, então, se quer emagrecer, pode ser que precise aliar o movimento do dia a dia com atividades que gerem queimas calóricas maiores. De qualquer forma, é imprescindível buscar a ajuda de um profissional de educação física para adequar o número às suas individualidades.

Sobre o autor

Amanda Panteri
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em alimentação saudável.

Leia também:

foto de um prato colorido com legumes, salada e grãos
Alimentação Bem-estar Receitas

Encontrar receitas vegetarianas é difícil para você? Veja 20 opções!

Aqui na Vitat, você consegue encontrar inúmeras opções de receitas vegetarianas para variar o seu cardápio. Separamos algumas, confira!

5 benefícios da banana
Alimentação Bem-estar

5 benefícios da banana para os atletas

Liberação gradual de energia e recuperação muscular são alguns dos benefícios. Veja outros!