Qual a diferença entre desodorante e antitranspirante?

30 de setembro, 2021

Os desodorantes fazem parte da rotina diária de higiene e cuidados corporais dos brasileiros. Existem diversos tipos, feitos com substâncias distintas, que recebem diferentes nome. E você também já deve ter se perguntado ao ir à farmácia: qual a diferença entre desodorante e antitranspirante?

Qual a diferença entre desodorante e antitranspirante?

“Desodorante, como o próprio nome diz, tem a função de acabar com o odor por meio de substâncias químicas como o triclosan. Ele tem a capacidade de inibir o crescimento de bactérias na pele, reduzindo ou eliminando, desse modo, o cheiro ruim”, explica o médico Franklin Veríssimo, que atua com medicina estética.

Além disso, ele destaca que a sudorese (produção e excreção de suor pelo corpo) é um fenômeno natural e extremamente necessário. Afinal, é por meio desse processo que há o controle da temperatura corporal e a eliminação de substâncias que podem ser tóxicas para nós.

“Enquanto o desodorante pode reduzir a quantidade de bactérias e a umidade das axilas, os chamados antitranspirantes possuem sais de alumínio em sua composição, que inibem a produção de suor pelas glândulas sudoríparas”, complementa a dermatologista Fabiana Seidl.

Leia também: Como os exercícios físicos interferem nos cuidados com a pele

Mas qual o mais indicado?

De acordo com Franklin, as partículas de alumínio presentes no antitranspirante “formam estruturas bloqueadoras que provocam o fechamento dos dutos das glândulas sudoríparas, reduzindo a produção de suor. Dessa forma, existe o risco de obstrução dos poros e consequente inflamação.”

Portanto, esse tipo de produto não é indicado para pessoas com peles sensíveis. “Não são boas opções para quem não tolera o álcool, o alumínio e os parabenos, já que essas substâncias podem desencadear reações alérgicas. Nesses casos, existe o óxido de magnésio, que ajuda a reduzir a umidade, mas não é um antitranspirante”, complementa a dermatologista.

Com relação à frequência de uso, o médico especialista em estética recomenda aplicar o desodorante ou o antitranspirante pela manhã. “Mas nada impede de reaplicá-lo ao longo do dia. Isso depende da preferência da pessoa, do grau de sudorese e dos hábitos diários — se pratica atividades físicas ou não, por exemplo. O correto é usar sobre a pele totalmente seca.”

Leia também: Como usar tomate na rotina de cuidados com a pele

Fontes: Franklin Verissimo, médico com formação em medicina estética; e Fabiana Seidl, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD).

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.