Pular refeições? Entenda como essa atitude impacta a saúde

Alimentação Bem-estar
30 de Maio, 2023
Pular refeições? Entenda como essa atitude impacta a saúde

Em uma rotina agitada, muitas pessoas passam a pular refeições por falta de tempo e de planejamento, acreditando que o hábito não terá consequências. Porém, ao contrário do que se pensa, ao passar muito tempo sem comer, deixamos de fornecer ao nosso corpo os nutrientes essenciais para seu bom funcionamento. Assim, esse hábito pode prejudicar a saúde. A seguir, entenda os riscos para a saúde de adotar essa estratégia. 

Pular refeições: conheça os efeitos da prática no organismo

Vitaminas, minerais, proteínas e carboidratos são essenciais para o funcionamento adequado do organismo. A falta desses nutrientes pode levar a deficiências nutricionais, enfraquecimento do sistema imunológico e comprometimento da saúde em geral.

Além disso, essa prática pode resultar em desequilíbrios no metabolismo. Por isso, quando passamos muito tempo sem comer, o corpo entra em um estado chamado “privação de nutrientes”. Esse processo faz com que o organismo desacelere o metabolismo para conservar energia e garantir sua sobrevivência.

Como resultado, a queima de calorias pode diminuir, tornando mais difícil o controle de peso e podendo levar ao ganho de peso a longo prazo. Outro risco do jejum prolongado é perda massa muscular ao invés de massa gorda.

Veja também: Hábitos que parecem saudáveis, mas não são

Mas e o jejum intermitente?

O jejum intermitente pode até ser uma estratégia para perda de peso, mas não apresenta os mesmos resultados para todas as pessoas. Portanto, para que essa estratégia possa ser utilizada, é necessário ser avaliado por um profissional capacitado, que considerará a rotina e características individuais de cada um. 

De acordo com a nutricionista Patrícia Portilho, outro problema decorrente de pular refeições é o descontrole na ingestão de alimentos nas refeições subsequentes.

“Quando ficamos com muita fome devido ao jejum prolongado, é mais provável que tenhamos tendência a comer em excesso e escolher alimentos pouco saudáveis. Portanto, isso pode levar ao consumo de calorias em excesso, ganho de peso e dificuldade em manter uma alimentação equilibrada”, analisa.

Dicas de como ter uma alimentação saudável (mesmo em dias agitados)

Confira abaixo algumas estratégias que podem ajudar a aderir a um ciclo de alimentação constante, mesmo possuindo uma rotina agitada: 

Planejamento e preparação

Reserve um tempo no final de semana ou em um momento mais tranquilo para planejar suas refeições e preparar alimentos saudáveis. Assim, isso pode incluir cozinhar em lotes e armazená-las em recipientes adequados para fácil acesso ao longo da semana.

Ter refeições prontas ou ingredientes pré-preparados facilita o processo de alimentação regular durante o dia.

Lanches saudáveis

Tenha sempre opções de lanches saudáveis, como frutas, oleaginosas, iogurte ou vegetais cortados em porções. Esses alimentos podem ser facilmente transportados e consumidos em momentos de pausa durante o dia, ajudando a evitar longos períodos sem comer.

Evite pular refeições: agende horários fixos para as refeições

Mesmo que seu dia esteja cheio, tente estabelecer horários fixos para suas refeições principais. Portanto, determine momentos específicos para o café da manhã, almoço e jantar e tente segui-los sempre que possível.

Isso ajudará a regularizar seu sistema digestivo e fornecerá uma estrutura para sua rotina alimentar.

Faça pausas para comer

Ainda que você esteja ocupado, é importante reservar um tempo para fazer uma pausa e se concentrar em suas refeições. Portanto, evite comer enquanto trabalha ou realiza outras atividades. Dedique um momento para saborear e apreciar sua comida, permitindo que seu corpo e mente se concentrem na alimentação adequada.

Evite pular refeições: esteja preparado fora de casa

Se você estiver fora de casa durante o dia, leve consigo uma lancheira ou bolsa térmica com alimentos nutritivos. Isso pode incluir uma salada, sanduíches saudáveis, frutas frescas, iogurte ou alimentos que você tenha preparado antecipadamente. Ter opções saudáveis ​​à disposição evitará que você recorra a fast foods, alimentos ultraprocessados ou lanches pouco nutritivos quando estiver com fome.

Mantenha-se hidratado

Lembre-se de beber água ao longo do dia. A desidratação pode muitas vezes ser confundida com a sensação de fome. Portanto, tenha uma garrafa de água com você e faça pausas regulares para se hidratar.

Isso também ajudará a controlar o apetite e manter uma rotina alimentar mais equilibrada.

Priorize a alimentação saudável

Escolha alimentos saudáveis e nutritivos sempre que possível. Opte por refeições balanceadas, ricas em vegetais, proteínas magras, grãos integrais e gorduras saudáveis. Evite alimentos processados, ricos em açúcar e gorduras saturadas, que podem comprometer sua saúde a longo prazo. 

Por fim, mantenha uma rotina alimentar regular e equilibrada, garantindo que nosso corpo receba os componentes necessários para uma vida saudável.

 

Fonte: Patrícia De Moraes Portilho, nutricionista e coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera.

Sobre o autor

Tayna Farias
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em gravidez e maternidade

Leia também:

ator Cauã Reymond segurando um garfo e uma faca e usando um babador
Alimentação Bem-estar

Cauã Reymond mostra jantar saudável com sopa, frango e legumes

Ator compartilhou em suas redes socais o que comeu na noite de Dia dos Namorados (12/06). Confira o jantar de Cauã Reymond

personal ajudando aluno a fazer o exercício crucifixo inclinado na academia
Bem-estar Movimento

Crucifixo inclinado: como fazer corretamente para evitar dores

A posição do banco no crucifixo inclinado faz com que o exercício enfatize bem os músculos do peitoral. Confira o passo a passo

criança nadando na piscina
Bem-estar Movimento

Crianças podem (e devem) fazer natação no inverno!

Prática deve ser contínua mesmo no frio, pois aumenta imunidade e o gasto calórico. Veja os benefícios da natação no inverno para as crianças!