Próstata aumentada: o que é, sintomas, diagnóstico e tratamento

Saúde
18 de Dezembro, 2023
Próstata aumentada: o que é, sintomas, diagnóstico e tratamento

A próstata aumentada, também conhecida como hiperplasia prostática benigna, é um problema muito comum entre os homens — sobretudo quem tem 50 anos ou mais¹. Embora seja alvo de preocupação, a maioria dos casos é tratável, seja com uso de medicamentos ou cirurgia². No entanto, é importante ressaltar que nem todo quadro de próstata aumentada precisa de tratamento. A seguir, saiba mais sobre a condição e em quais situações ela requer cuidados.

O que é a próstata aumentada?

A hiperplasia prostática benigna (HPB) é uma das doenças benignas mais comuns em homens e pode dificultar a passagem da urina e o esvaziamento da bexiga, levando a sintomas do trato urinário inferior. A condição atinge cerca de 40% dos homens acima de 60 e 70 anos3.  

Sintomas de hiperplasia prostática benigna

Veja alguns sinais que merecem atenção³:

  • Jato urinário fraco.
  • Gotejamento de urina mesmo após a ida ao banheiro.
  • Aumento do número de visitas ao banheiro.
  • Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga.

Portanto, ao surgirem os primeiros sintomas, procure um urologista para avaliar o que está acontecendo.

Causas da próstata aumentada

As casas da doença são multifatoriais, sendo a idade, o PSA (Antígeno Específico da Próstata, exame utilizado para diagnosticar o câncer de próstata) e o volume prostático os verdadeiro fatores relacionados ao desenvolvimento da doença4.

O aumento da próstata pode evoluir para um câncer?

Danilo Galante avisa que esta é uma dúvida muito comum sobre a condição, mas um problema “não influencia o outro”. Desse modo, para fazer o acompanhamento prostático e evitar doenças, o paciente precisa passar anualmente por avaliações médicas5.

Como é feito o diagnóstico?

Com apenas o exame de toque, é possível observar o aumento da próstata. Para complementar o diagnóstico, o urologista pode solicitar outros exames, como os de imagem (ressonância magnética, por exemplo), e laboratoriais de urina e sangue5

Tratamento da próstata aumentada

Atualmente, diversas opções de tratamento estão disponíveis, desde modificações dos hábitos de vida até procedimentos cirúrgicos invasivos. A escolha do melhor tratamento é realizada individualmente, de acordo com a intensidade das queixas, tamanho da próstata e comorbidades do paciente¹.

No tratamento inicial, além de mudanças de hábitos de vida, deve-se avaliar o uso de medicamentos. Esses são capazes de relaxar a saída da bexiga, reduzir o tamanho da próstata e inibir as contrações exageradas da bexiga. A escolha da medicação depende de vários fatores, sendo que, em determinadas situações, faz-se necessário o uso de mais de um remédio¹.

A resposta ao tratamento clínico deve ser avaliada no decorrer de semanas a meses, variando conforme o medicamento utilizado. Na falha dessa abordagem ou em caso de recusa do paciente, dispomos de alguns procedimentos cirúrgicos que visam a desobstruir a saída da bexiga (uretra prostática), permitindo um fluxo urinário facilitado e consequente melhoria dos sintomas1.

Referências:

Material dirigido ao público em geral. Por favor, consulte o seu médico.

Leia também:

vitamina B e dengue
Saúde

Vitamina B previne a picada do mosquito da dengue?

Sem comprovação científica, a técnica popular pode levar a população a uma falsa sensação de segurança

Efeitos da vacina de Covid
Saúde

Efeitos da vacina da Covid: primeiro grande estudo mostra resultados

Segundo estudo, os efeitos da vacina são menores do que a infecção pela doença

disuria
Saúde

Disúria: entenda as causas, sintomas e tratamentos da dor ao urinar

O sintoma, popularmente chamado de dor ao urinar, pode ter diversas causas, sendo a infecção urinária a principal