Principais lesões da musculação e como evitá-las

Bem-estar Movimento
25 de Abril, 2023
Principais lesões da musculação e como evitá-las

Para ter os resultados que você deseja, seja para emagrecer ou ganhar massa muscular, é preciso estar atento à execução dos movimentos. Principalmente na musculação, que apesar de ser uma modalidade segura, ainda há risco de lesão. 

Quem pratica musculação na academia deve ter ainda mais cuidado por conta das altas cargas. Por isso, o ideal é ter o acompanhamento de um profissional de educação física. 

De acordo com Guilherme Bispo Macedo, professor e coordenador do curso de Educação Física da Estácio, existem diversas lesões da musculação. Dessa maneira, confira as principais:

Lesões da musculação: coluna lombar

Sem dúvidas, essa é uma das lesões mais comuns na musculação. O especialista explica que quando realizamos exercícios resistidos da forma errada, os discos invertebrais podem se sobrecarregar. “Isso leva a uma possível degeneração ou desgaste, causando as chamadas ‘microfissuras discais’ e, em casos mais graves, hérnias de disco – principalmente em indivíduos entre 40 a 50 anos”, diz Guilherme.

Leia também: Saiba como evitar lesões treinando em casa

Lesões da musculação: ombro

Segundo o professor de Educação Física da Estácio, o aumento repentino de sobrecarga em exercícios como, por exemplo, supino e elevação lateral, associados a movimentos descoordenados podem levar à síndrome do impacto do ombro. “Esse problema é uma das maiores causas de dor funcional e disfunção no ombro. O principal sintoma é a dor, que piora principalmente à noite ou ao levantar o braço, além de crepitação no local e fraqueza no membro”, ressalta.

Lesões Musculares

A lesão muscular pode gerar um efeito doloroso e pode ser visível ou palpável. Além disso, costuma vir acompanhada de hematomas. 

“Temos ainda a característica da contração contra resistência, que revela a dor local e impotência funcional (dificuldade de realizar movimentos básicos) e/ou ainda, caracterizada pela incapacidade de se mover a articulação”, afirma Guilherme.

Como evitá-las?

Não há nada pior do que ter que parar de treinar por conta de uma lesão, não é mesmo? Portanto, é fundamental evitá-las o máximo possível.

De acordo com Guilherme, uma das melhores formas de evitar lesões da musculação é realizar os exercícios sob supervisão de um profissional de Educação Física, que irá montar um treino específico para cada aluno.

“O praticante também deve conhecer seus limites e nunca passar do mesmo. Ao contrário do que muitos pensam, exagerar pode sobrecarregar seus músculos e articulações”, lembra o profissional.

Por fim, outra dica essencial é que o praticante tenha uma rotina de treino, ou seja, não treinar esporadicamente. Além de ter uma alimentação adequada e nunca negligenciar o período de descanso.

Fonte: Guilherme Bispo Macedo, professor e coordenador do curso de Educação Física da Estácio.

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

Chás pré e pós-treino
Alimentação Bem-estar

Chás pré e pós-treino: veja as melhores opções

O chá é a segunda bebida mais consumida mundialmente, depois da água, sendo o Brasil um dos maiores consumidores. De acordo com um balanço da Euromonitor

Lapsos de memória
Bem-estar Equilíbrio Saúde

Lapsos de memória: 8 principais fatores e como evitá-los

Rotina sobrecarregada, estresse e noites maldormidas são algumas das causas

Quando mudar a rotina de skincare
Beleza Bem-estar

Rotina de skincare: quando mudar os produtos? Dermatologista explica

Segundo a dermatologista, apesar da percepção, a pele continua se beneficiando da rotina