Perder peso sem um motivo aparente está associado ao maior risco de câncer

Bem-estar Saúde
05 de Março, 2024
Perder peso sem um motivo aparente está associado ao maior risco de câncer

Perder peso sem nenhum motivo deve ser um sinal de alerta e pode estar associada ao diagnóstico de tumores, reforça um novo estudo do Dana-Farber Cancer Institute, nos Estados Unidos, que foi publicado no Journal of the American Medical Association (Jama). 

Sabe-se que os pacientes com câncer costumam perder peso. Porém, os autores queriam entender se a taxa de diagnósticos da doença era maior entre quem havia emagrecido recentemente de forma não intencional. Para isso, avaliaram dados de mais de 150 mil profissionais de saúde, que foram monitorados por 28 anos. Saiba mais a seguir.

Detalhes do estudo

A cada dois anos, os voluntários responderam questionários sobre atividade física e alimentação, o que permitiu aos cientistas analisarem comportamentos que poderiam ser responsáveis pelo impacto na balança. Assim, aqueles que apresentaram uma perda acima de 10% do peso corporal tiveram maior risco de ter um diagnóstico de câncer no período de 12 meses após o emagrecimento. Dessa forma, a perda de peso se relaciona a doenças em estágio precoce e avançado.  

Segundo Ludmila Koch, oncologista do Hospital Israelita Albert Einstein, a perda de peso pode ser o primeiro sintoma perceptível do câncer. “Acontece em até 40% das pessoas ao serem diagnosticadas, e mais de 80% dos pacientes com câncer avançado perdem peso.”  

A médica explica que isso acontece porque a doença provoca a liberação de citocinas pró-inflamatórias e substâncias como a interleucina 6. Esses compostos que fazem com que as células do corpo se destruam. Isso pode ocorrer em estágios iniciais, mas é mais comum nos avançados.  

Veja também: Manga engorda? Entenda porque Mion ficou 4 meses sem comer a fruta

Quando perder peso sem motivo deve ser uma preocupação? 

A perda de peso saudável envolve a intenção de perder peso, ou uma mudança de hábitos. Como por exemplo o aumento da atividade física e a redução da ingestão de calorias. Emagrecer é preocupante quando há a perda de 4,5 kg, ou 5% do peso corporal, entre seis e 12 meses, e sem motivo aparente.  

“A perda de peso, somada ao aparecimento de algum sintoma novo e persistente, como tosse, dor, sangramento vaginal ou retal, cansaço não habitual, dor de cabeça e dor epigástrica (dor na boca do estômago), deve ser um motivo de alerta”, explica a médica. 

Assim, ela ressalta que a atenção deve ser ainda maior se a pessoa tiver algum fator de risco para câncer, como tabagismo, obesidade, histórico familiar de câncer, exposição a substâncias tóxicas e ao vírus HPV (papilomavírus humano). 

Portanto, vale lembrar que há várias condições que podem levar à perda de peso e somente o médico é capaz de avaliar as causas. É o caso de alterações que promovem o chamado estresse catabólico ou inflamatório e um maior gasto energético, como certas doenças pulmonares, hipertireoidismo, doença inflamatória intestinal, doenças infecciosas e parasitárias, diabetes e depressão.  

Fonte: Agência Einstein.

Leia também:

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas