Nova vacina contra dengue começará a ser aplicada no país

Saúde
23 de Junho, 2023
Nova vacina contra dengue começará a ser aplicada no país

De acordo com a Associação Brasileira de Clínicas de Vacinas (ABCVAC), um novo imunizante contra a dengue estará disponível no Brasil a partir da semana que vem. A novidade já despertou a curiosidade de muitos sobre onde tomar a vacina contra a dengue. Saiba mais sobre o assunto:

Onde tomar a nova vacina contra a dengue?

A Qdenga (TAK-003) é do laboratório japonês Takeda Pharma. Trata-se do primeiro imunizante liberado no país para pessoas que nunca entraram em contato com o vírus da doença. Contudo, ele também pode ser aplicado em quem já teve a condição.

Para quem está se perguntando onde tomar a nova vacina contra a dengue, é preciso saber que ela ficará disponível apenas na rede privada em um primeiro momento. Ou seja, você provavelmente poderá encontrá-la em clínicas, laboratórios e farmácias com valores entre R$ 301,27 e R$ 402,05 por dose, segundo a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED).

Em São Paulo, por exemplo, o preço máximo da dose deverá ser de R$ 379,40.

Vale lembrar, também, que já existe uma vacina contra a dengue no Brasil, a Dengvaxia. Contudo, esse imunizante é indicado somente para quem já teve a doença – e protege apenas contra uma segunda infecção, que pode ser mais grave e até letal.

Leia também: Nova vacina da dengue terá cobertura de público mais ampla

Como funciona e quantas doses são necessárias?

De acordo com o médico infectologista e professor do curso de Medicina da Unic, Thiago Rodrigues, a Qdenga é indicada para pessoas de 4 a 60 anos. Ela funciona em um esquema de duas doses, com um intervalo de três meses entre elas, e contém quatro sorotipos diferentes do vírus causador da doença. Ainda não há uma previsão de quando ela ficará disponível no SUS.

Nos ensaios clínicos, a vacina apresentou uma eficácia de aproximadamente 80% após 12 meses da segunda dose. Além disso, ela também foi capaz de diminuir as hospitalizações em 90%.

Sobre os possíveis efeitos adversos do imunizante, o especialista elenca poucos. “Durante o período de testes, as reações apontadas foram: dor no local da picada, vermelhidão, fraqueza, mal-estar e febre”, ele diz. Além disso, a Qdenga é contraindicada para quem tem alergia aos componentes da vacina e para indivíduos em condições de imunodeficiência.

Fonte: Thiago Rodrigues, médico infectologista e professor do curso de Medicina da Unic.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

dores nos glúteos e problemas na coluna
Saúde

Dores nos glúteos sinalizam problemas na coluna, diz especialista

Pesquisa aponta problemas na coluna como uma das principais causas de afastamento do trabalho

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

10 benefícios da banana que provavelmente você não conhece (mais receitas)

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

perda muscular
Bem-estar Movimento Saúde

Perda muscular compromete a recuperação do paciente  

A sarcopenia, a perda de massa muscular e da força, aumenta o risco de complicações em diversos quadros