O sono piora quando estamos viajando, mas você sabe o motivo?

10 de dezembro, 2021

Principalmente com o final de ano se aproximando, muitas pessoas entram de férias e decidem viajar. Não tem nada melhor do que passar uns dias longe de casa, curtindo o mar, piscina ou a natureza, não é mesmo? Por outro lado, quando o assunto é dormir em outra cama, pode ser difícil se acostumar, pois o sono piora quando viajamos.

Se você costuma ter distúrbios do sono apenas em lugares com o fuso horário diferente, pode ser que você tenha jetlag. Contudo, quando isso ocorre em qualquer viagem, isso pode significar outra coisa: o Efeito Primeira Noite (EPN).

Leia mais em: Jetlag social: Entenda o que é e como afeta a saúde

O EPN surgiu quando médicos analisaram dados clínicos de polissonografia ou estudos do sono. Assim, eles observaram que os pacientes demoraram pelo menos uma noite para entrar em sua nova configuração de sono. Isto é, sempre que dormimos em um ambiente diferente, demoramos mais para pegar no sono.

Um estudo feito em 2016, pela Brown University, nos Estados Unidos, mostrou que o lado esquerdo do nosso cérebro fica em estado de alerta e entende o local onde vamos dormir como uma “ameaça”. Enquanto o lado direito descansa.

De acordo com especialistas, o nosso cérebro subconsciente sabe que não é nosso lugar normal, então provavelmente há um pouco de consciência intensificada. Mas após a primeira noite, o sistema cerebral se ajusta, melhorando o sono. 

Quando o sono piora, não temos o sono REM

O efeito da primeira noite pode mantê-lo acordado por mais tempo e entrar em um ciclo de sono REM. Portanto, você pode se sentir um pouco confuso nas primeiras manhãs do seu destino.

O movimento rápido dos olhos (REM) é o estágio do sono mais intenso, no qual temos os sonhos mais vívidos. Dessa maneira, o sono REM ocorre em ciclos que duram entre 90 e 120 minutos, podendo se repetir algumas vezes durante a noite. Assim, é essencial para a consolidação da nossa memória.

Como combater o Efeito Primeira Noite

Para dormir melhor durante a sua viagem, você deve manter a mesma hora de sono que você mantém em casa. Através disso, o seu cérebro começa a se acostumar. Uma boa forma de fazer isso é ir um pouco mais cedo para a cama, a fim de compensar o tempo que você ficaria acordado por conta do EPN.

Além disso, opte por deixar o quarto mais fresco, escuro e o mais silencioso possível. Também é importante se concentrar na respiração antes de dormir, e até mesmo meditar.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Repórter