Músculos: Porque alguns demoram mais para se recuperar

25 de maio, 2020

Já percebeu que alguns músculos, como os do quadril ou panturrilhas, permanecem doloridos por mais tempo depois do treino do que outros, como o bíceps? Não é impressão. Isso acontece porque a recuperação muscular depende mais do que a frequência com que você trabalha em determinadas partes do seu corpo.

Existem três fatores que determinam a rapidez com que um músculo pode se recuperar depois do treino: o tamanho do músculo, a função e seus anexos. 

Tamanho do músculo

O tamanho do músculo que está se recuperando é a razão pela qual os músculos maiores podem ficar doloridos por dias. Assim, músculos como o quadríceps e glúteos são relativamente grandes e estão envolvidos em muitos movimentos diferentes. Portanto, levará mais tempo para se recuperar. No entanto, isso não significa que os menores não possam levar mais tempo para se recuperar eventualmente.

Leia também: Sinais de que você está perdendo músculos em vez de gordura

Função muscular

Usar os mesmos músculos todos os dias prolonga o processo de recuperação. Por isso, embora você trabalhe mais o bíceps e costas em comparação com os membros inferiores, os grupos musculares que suportam o peso do corpo levarão mais tempo para se recuperar.

Anexos musculares

A forma como o seu músculo está ligado ao resto do seu corpo também faz parte do processo de recuperação. Quanto melhor o suprimento de sangue para um músculo, mais rápido ele se recupera. O tendão que liga o músculo a um osso geralmente tem menos fluxo sanguíneo e, por isso, as lesões nessa parte geralmente demoram a se recuperar. 

Leia também: Sem ânimo para treinar? Seja gentil com seu corpo na pandemia

Como acelerar a recuperação dos músculos

Existem algumas técnicas de recuperação que você pode recorrer para recuperar os grupos musculares mais rápido. O alongamento é uma ótima opção, pois recupera as fibras musculares que estão tentando recuperar. Dito isso, gentilmente se alongue antes de mover os músculos novamente.

Leia também: Saiba como evitar lesões treinando em casa

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.