Final de ano: Dicas de mindfulness para se manter calmo

Bem-estar Equilíbrio
19 de Dezembro, 2019
Final de ano: Dicas de mindfulness para se manter calmo

O final do ano pode ser estressante para muitas pessoas. As datas comemorativas como Natal e Ano Novo demandam muito esforço, como preparar a ceia e fazer compras no shopping para presentear os amigos e familiares.

Além disso, as viagens de férias, que foram programadas para relaxar, também podem gerar tensão. Sendo assim, essa época do ano – ou qualquer feriado – pode ser difícil de lidar.

Porém, a boa notícia é que existem maneiras de driblar o estresse do final de ano, como o mindfulness (em uma tradução livre, atenção plena). Mindfulness é uma técnica de meditação e exercícios de tradição asiática que ensina a ter foco no presente – e não nas expectativas para o futuro ou nos traumas do passado. 

Na prática, é o ato de prestar atenção à vida cotidiana e às coisas pelas quais normalmente nos apressamos. É sobre diminuir o volume da mente, voltando-se para o corpo. Por isso, veja dicas de como utilizá-la no período de final de ano.

Leia também: Como driblar o estresse do final de ano

Respire

A respiração é um ótimo remédio para se acalmar. Assim, respirar de maneira profunda cria uma resposta fisiológica diferente no corpo. 

O recomendado é um exercício de respiração de 16 segundos. Inspire pelo nariz por quatro segundos; Prenda a respiração por quatro segundos; Expire por quatro segundos; E por último, faça uma pausa de quatro segundos.

Qualquer que seja o método ou exercício de respiração, o simples fato de ficar atento a sua maneira de respirar pode ter um efeito calmante durante o final de ano.

Leia também: Maneiras de levar mindfulness ao trabalho sem precisar meditar

Cuide dos outros

Ajudar outras pessoas pode ser extremamente importante para reduzir o estresse. Isso porque ao ajudar o próximo, nos desligamos dos nossos problemas e pensamos apenas naquela pessoa. Assim, nos desconectamos dos sentimentos de ansiedade, medo ou qualquer pensamento negativo.

Movimente-se

Isso vale tanto para o corpo quanto para a mente. Como por exemplo yoga, prática que foi projetada tanto para a saúde mental quanto para ser uma modalidade de exercício físico. Outra opção é dar uma volta no quarteirão, ou se alongar.

Movimentar-se de um lugar para o outro pode fazer uma grande diferença na sua rotina e na forma como lida com as emoções.

Leia também: Como manter a dieta durante as festas de final de ano

Desconecte-se

Desligar-se de tempos em tempos do mundo tecnológico ajuda principalmente a diminuir o estresse. As redes sociais costumam ser prejudiciais para insegurança e autoestima. Sendo assim, tente encontrar uma brecha na agenda para ficar longe do celular e reencontrar aquele amigo que você gosta, ou passar um tempo com seus familiares. 

Faça algo por si mesmo

Antes de uma apresentação ou evento importante, como o jantar de Natal, experimente fazer algo que o deixa feliz. Especialmente para pessoas introvertidas, essa técnica pode ser muito útil. Até mesmo uma caminhada de 10 minutos ou meditação pode ajudá-lo a aumentar a energia.

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

ator Cauã Reymond segurando um garfo e uma faca e usando um babador
Alimentação Bem-estar

Cauã Reymond mostra jantar saudável com sopa, frango e legumes

Ator compartilhou em suas redes socais o que comeu na noite de Dia dos Namorados (12/06). Confira o jantar de Cauã Reymond

personal ajudando aluno a fazer o exercício crucifixo inclinado na academia
Bem-estar Movimento

Crucifixo inclinado: como fazer corretamente para evitar dores

A posição do banco no crucifixo inclinado faz com que o exercício enfatize bem os músculos do peitoral. Confira o passo a passo

criança nadando na piscina
Bem-estar Movimento

Crianças podem (e devem) fazer natação no inverno!

Prática deve ser contínua mesmo no frio, pois aumenta imunidade e o gasto calórico. Veja os benefícios da natação no inverno para as crianças!