Menstruação irregular: veja sintomas, causas e tratamentos

18 de abril, 2022

Uma menstruação é considerada irregular quando o intervalo entre os ciclos é maior que 35 dias ou menor que 25 dias, de forma geral. Para algumas mulheres, no entanto, um ciclo de 20 até 25 dias pode ser considerado normal. Logo, cada caso deve ser avaliado individualmente.

Alterações da regularidade menstrual são comuns ao longo de toda a vida da mulher, mas existem alguns períodos em que são mais comuns, como no início da vida reprodutiva, próximo aos momentos de parto e à menopausa.

Para calcular a duração do ciclo menstrual, basta começar a contagem a partir do primeiro dia da menstruação e terminar no primeiro dia do sangramento seguinte.

Quais os sintomas da menstruação irregular?

De acordo com Isabela Nelly Machado, coordenadora do Departamento Científico de Ginecologia e Obstetrícia da SMCC (Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas), a alteração do ritmo da menstruação – também conhecida como ciclo menstrual irregular –, por si só, já é um sintoma.

A mudança pode ou não ser acompanhada de outros sinais, como dores na mama, sensação de inchaço, dor de cabeça e cólica menstrual.

O que pode causar menstruação desregulada?

Diferentes fatores e situações podem levar a irregularidade menstrual. A especialista afirma que problemas psicológicos, excesso ou falta de atividade física, ganho ou perda de muito peso e alterações hormonais podem causar essa alteração. Além disso, doenças não relacionadas diretamente às características ginecológicas, como diabetes e problemas na tireoide, também podem levar à menstruação irregular.

Outras causas podem ser patologias ovarianas e/ou uterinas como cistos ovarianos, miomas, pólipos e sinéquias. E vale lembrar que pacientes que fazem o uso de métodos contraceptivos, como anticoncepcionais ou DIU, também podem apresentar menstruação irregular. Qualquer intervenção que cause alterações no útero ou nos ovários pode trazer essa mudança.

“A causa exata só pode ser definida a partir de uma avaliação individual da paciente”, afirma a médica.

O que fazer quando a menstruação é irregular?

O ginecologista deve ser procurado quando o intervalo irregular entre as menstruações estiver frequente. “Um ou dois episódios de um um ciclo menstrual mais curto ou mais longo por ano é bastante comum”, diz Isabela. “Mas quando essa irregularidade começa a ser mais frequente, em seis meses consecutivos, por exemplo, o médico precisa ser consultado.”

A consulta também é necessária quando a menstruação irregular vem associada a outros sintomas, como um fluxo muito aumentado e/ou cólica excessiva.

Quanto aos tratamentos para menstruação irregular, existem diferentes opções, a depender da causa. “Se a causa é hormonal, vamos tratar com hormônios. Por outro lado, se for estrutural, pode ser feita uma intervenção cirúrgica. Mas, caso seja endócrina, será feito um tratamento da região específica, como da tireoide”, completa Isabela.

Leia também: Quase 80% das mulheres tiveram alterações na menstruação durante a pandemia

Fonte: Isabela Nelly Machado, coordenadora do Departamento Científico de Ginecologia e Obstetrícia da SMCC (Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas).

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.