Como medir o progresso nos exercícios sem usar a balança

19 de fevereiro, 2020

Muitas pessoas tem medo de barata, aranha, ou altura. Todos possuem algum medo ou fobia que afeta a vida cotidiana. No entanto, para alguns, a balança está no topo da lista.

Ao criar esse medo, você acaba se punindo pensando que talvez não tenha chegado ao peso que deseja. Mas, existem outras maneiras de medir seu progresso de condicionamento físico e emagrecimento, sem precisar usar uma balança. Confira:

Metas de desempenho

É importante estabelecer uma meta com base nos seus exercícios ou no desempenho para acompanhar seu progresso. Esses objetivos podem incluir qualquer tipo de talento físico que você deseja alcançar, seja levantando um peso específico ou praticando uma determinada atividade.

Leia também: 10 tipos de exercícios que ajudam a emagrecer

Além disso, metas de desempenho também podem incentivar um relacionamento mais positivo com o seu condicionamento físico. Trabalhar para melhorar uma habilidade pode dar a você um maior senso de competência, o que é ótimo para estimular a motivação.

Aplicativos de saúde

O uso de um aplicativo de saúde pode incentivar mais atenção à atividade que você está acompanhando, seja seus passos, comida, ou sono. Com o tempo você verá alterações. 

O ajuste de suas roupas

Perceber o quanto suas roupas estão se ajustando na medida em que você se exercita ou faz dieta pode ajudar a saber se está perdendo peso ou não. 

Leia também: Exercícios fáceis para perder peso

O músculo é mais denso que a gordura, mas ocupa menos espaço. Especialmente se a sua meta for a perda de gordura, o número na balança pode permanecer o mesmo. Porém, ao mesmo tempo, as roupas começam a ficar um pouco mais soltas.

Mantenha um diário

Anotar tudo em um diário pode ajudar a mantê-lo concentrado e organizado. Seja para acompanhar os hábitos alimentares ou para registrar o progresso do treino. 

Também vale manter um diário de suas emoções. Dessa forma, escrever sobre seus sentimentos e reações em relação a determinados exercícios ou até refeições pode ser uma ótima pista de seu progresso.

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.