Manobra de Heimlich: o que é, para que serve e como fazer

18 de julho, 2022

Acidentes acontecem a todo momento e, infelizmente, sem aviso prévio. Crianças brincando com objetos menores, por exemplo, são situações que apresentam riscos para os pequenos e preocupação para os responsáveis, uma vez que podem colocá-los na boca e se engasgar. Pensando nisso, conhecer a Manobra de Heimlich se torna essencial para estar mais seguro e preparado nessas ocasiões.

Agora, confira abaixo o que é a manobra, para que serve e como fazê-la.

O que é a manobra de Heimlich?

A manobra de Heimlich se caracteriza por compressões abdominais que devem ser feitas em situações de emergência, como asfixia por alimento ou objeto estranho preso no trato respiratório. Portanto, em casos graves de obstrução nas vias respiratórias, indica-se a realização dessa manobra, ou seja, em situações nas quais a vítima não pode se comunicar ou respirar apropriadamente.

Entretanto, existem restrições acerca desta manobra. Bebês com menos de um ano não devem recebê-la, por exemplo. Existem outras maneiras para socorrer os pequenos em caso de asfixia. Além disso, segundo o Manual MSD, é necessário se atentar para alguns cuidados:

  • Crianças com menos de 20 kg (geralmente menores do que 5 anos) devem receber apenas compressões de pressão moderada e percussão nas costas.
  • Pacientes obesos e mulheres no final da gravidez devem receber trações torácicas em vez de trações abdominais.

Assim, a manobra deve ser repetida até que o objeto ou alimento seja expulso. Entretanto, caso a vítima perca a consciência durante sua execução, recomenda-se que o socorrista pare imediatamente e dê início a outras maneiras de desobstrução.

Vale ressaltar que a manobra de Heimlich é somente uma das formas de prestar socorro em casos de asfixia. Compressões torácicas e percussão nas costas, por exemplo, também podem ser efetivas.

Mas afinal, como fazer a manobra?

De acordo com o Manual MSD, primeiramente, é necessário avaliar se há uma obstrução grave das vias aéreas, entendendo se a pessoa consegue ou não se comunicar. O sinal universal de obstrução grave é caracterizado pelas duas mãos apertando o pescoço. 

Então, pergunte a pessoa se ela está sufocando: caso ela consiga falar e te responder, não realize a manobra e providencie avaliação médica – recomenda-se as compressões abdominais em casos graves. Agora, caso a resposta seja ‘sim’, há a necessidade de iniciar as manobras de desobstrução. 

Em seguida, confira abaixo um passo a passo para a realização da Manobra de Heimlich, disponibilizado no Manual MSD:

  • Se a pessoa estiver consciente, o socorrista aproxima-se por trás, usando os braços para rodear o abdômen da pessoa;
  • O socorrista forma um punho. O polegar deve estar dentro do punho e essa lateral do punho deve apontar para dentro, voltado para a pessoa;
  • O socorrista coloca o punho entre o esterno e o umbigo.A outra mão é firmemente colocada sobre a mão fechada;
  • As mãos devem ser energicamente puxadas para dentro e para cima cinco vezes, de forma sucessiva;
  • O socorrista deve se ajoelhar e usar menos força, caso a pessoa em questão seja uma criança com menos de cinco anos ou pesando menos de 20 quilos;
  • Convém que se repitam algumas séries deste movimento até que o objeto seja expulso;
  • Se a pessoa perder a consciência, o socorrista deve interromper os movimentos imediatamente e tentar remover a obstrução das vias respiratórias por outros meios.

Referências: Manual MSD

Sobre o autor

Gabriel Saez Domingues
Estagiário de jornalismo, formando pela Unesp.