Limão siciliano: Benefícios que você precisa conhecer

17 de fevereiro, 2020

Originário do Sul da Itália, o limão siciliano possui casca amarela e bem grossa, é alongado e concentra menos suco em comparação ao limão mais consumido no dia a dia, o taiti. Porém, o que pouca gente sabe é que o taiti é, na verdade, uma lima ácida, enquanto o siciliano, sim, é um limão verdadeiro.

Assim, há muitas maneiras de desfrutar dessa fruta cítrica. Mas, ela tem um sabor muito azedo e geralmente não é consumida sozinha ou como uma fruta inteira. Em vez disso, costuma aparecer em pratos salgados e doces, e o suco é usado frequentemente para proporcionar um sabor amargo e refrescante. 

Uma ótima fonte de vitamina C e fibras, contém muitos compostos vegetais, minerais e óleos essenciais. ou seja, essas frutas amarelas também têm muitos benefícios potenciais para a saúde. 

Assim, consumir limão siciliano pode diminuir o risco de doenças cardíacas, câncer e pedras nos rins. Saiba mais. 

Leia também: Frutas cítricas: O que são e quais os benefícios

Valor nutricional do limão siciliano

Um limão médio fornece apenas cerca de 20 calorias. Os nutrientes em 1/2 xícara (100 gramas) de limão cru e descascado são:

  • Calorias: 29
  • Água: 89%
  • Proteína: 1,1 gramas
  • Fibra: 2,8 gramas
  • Gordura: 0,3 gramas

Os carboidratos nos limões são compostos principalmente de fibras e açúcares simples, como glicose, frutose e sacarose. Já a fibra encontrada em maior quantidade é a pectina. Além disso, fibras solúveis como a pectina podem diminuir os níveis de açúcar no sangue, retardando a digestão de açúcar e amido.

Vitaminas e minerais

  • Vitamina C: Uma vitamina e antioxidante essencial, a vitamina C é importante para a função imunológica e a saúde da pele.
  • Potássio: Uma dieta rica em potássio pode diminuir os níveis de pressão arterial e ter efeitos positivos na saúde do coração.
  • Vitamina B6: Um grupo de vitaminas relacionadas, a B6 está envolvida na conversão de alimentos em energia.

Benefícios do limão siciliano

É cardioprotetor

As doenças cardíacas, incluindo ataques cardíacos e derrames, são a causa de morte mais comum do mundo. Assim, a ingestão de frutas com alto teor de vitamina C está ligada à redução do risco de doenças cardíacas. Dessa maneira, os baixos níveis de vitamina C no sangue também estão associados ao aumento do risco de derrame, especialmente entre aqueles com sobrepeso ou pressão alta.

Além disso, foi demonstrado que a ingestão de fibras isoladas de frutas cítricas diminui os níveis de colesterol no sangue, e os óleos essenciais nos limões podem proteger as partículas de colesterol LDL (ruim) da oxidação.

Limão siciliano previne pedras nos rins

O ácido cítrico presente na fruta pode reduzir o risco de pedras nos rins. Ou seja, alguns estudos mostraram que o limão espremido e a limonada podem ser eficazes na prevenção de cálculos renais.

Leia também: Leia também: Melhores alimentos para a saúde dos rins

Combate a anemia

A anemia é frequentemente causada por deficiência de ferro. O limão siciliano é uma grande fonte de vitamina C e ácido cítrico, o que pode aumentar a absorção de ferro de outros alimentos, ajudando a prevenir a doença. 

Melhora a digestão

A fruta é composta por cerca de 10% de carboidratos, principalmente na forma de fibras solúveis e açúcares simples. A principal fibra dos limões é a pectina, uma forma de fibra solúvel ligada a vários benefícios à saúde. Assim, a fibra solúvel pode melhorar a saúde intestinal e retardar a digestão de açúcares e amidos. Portanto, esses efeitos podem resultar em níveis reduzidos de açúcar no sangue. No entanto, para obter os benefícios da fibra dos limões, é necessário comer a polpa.

Contudo, pessoas que bebem suco de limão, sem a fibra encontrada na polpa, perderão os benefícios da fibra.

Leia também: Suco de laranja é saudável?

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.