Lente de contato para treinar: qual a melhor?

17 de janeiro, 2022

Quem usa óculos sabe que não é fácil praticar esportes com o acessório. Além do perigo de quebrarem durante a partida de futebol ou de vôlei, por exemplo, também não costumam ficar fixos no rosto. Nesse sentido, as lentes de contato podem ser grandes aliadas. Porém, dentre tantas opções disponíveis no mercado, qual a melhor lente de contato para treinar? Confira as dicas.

Leia mais: Veja como cuidar das suas lentes de contato corretamente

Qual a melhor lente de contato para treinar? 

De acordo com o Dr. Hallim Féres Neto, oftalmologista do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, não existe um modelo específico de lentes que funcione melhor para as atividades físicas, ou seja, qualquer lente bem adaptada serve a esse propósito. “Porém, para as práticas ao ar livre, sugiro que se use lentes com proteção UV”, explica. “E algumas atividades podem ser mais bem aproveitadas quando usamos lentes fotossensíveis, por exemplo”. 

As lentes de descarte diário também são uma opção, sendo mais recomendadas em situações em que a necessidade de armazenamento seja precária. É indicada, por exemplo, na prática de esportes radicais, como escaladas ou canoagem, em que acampamentos e noites em sacos de dormir não permitem o armazenamento e a higienização exigidas para a manutenção das lentes. 

Principais cuidados com as lentes de contato

  • Lave bem as mãos antes de manusear as lentes: parece bobagem, mas lavar bem as mãos antes de manusear as lentes de contato evita a proliferação de bactérias e a contaminação das lentes, o que pode causar complicações oculares. 
  • Não coce ou coloque as mãos sujas nos olhos: depois de uma prática esportiva, é normal as mãos estarem, no mínimo, bastante suadas. No máximo, elas podem estar sujas de lama, areia, terra… até mesmo pelo contato com o asfalto, no caso de alguma queda. Por isso, mesmo que você sinta algum incômodo com a lente (por exemplo: entrou um cisco ou grãozinho de areia no olho), o ideal é parar a atividade, lavar bem as mãos e retirar as lentes para fazer a higienização correta. 
  • Não tome banho de lentes: mesmo que o banho seja uma atividade com o intuito de higienizar o corpo, a água do chuveiro, o próprio shampoo e o condicionador contém substâncias que podem danificar as lentes e irritar o olho. Por isso, para evitar qualquer problema, o ideal é tirá-las antes do banho. 
  • Armazene as lentes corretamente: tenha um estojo adequado e lembre-se sempre de fazer a higienização correta com o soro indicado ao tirar e colocar as lentes. Trocar o estojo a cada três meses também é indicado para evitar a proliferação de fungos e bactérias. 
  • Tenha sempre um par sobressalente: acidentes acontecem, por isso, no caso de a lente cair no chão, por exemplo, nunca a pegue com as mãos e a coloque de volta nos olhos. O ideal é que essa lente seja descartada e uma nova seja colocada. 

Posso usar lentes para fazer esportes aquáticos? 

Infelizmente, não. O Dr. Hallim explica que as lentes não são indicadas para o uso dentro da água. Aliás, importante reforçar que o contato com a água, seja de torneiras ou do chuveiro, não é indicado para as lentes de contato, já que o líquido pode possuir microorganismos que causam fungos e a proliferação de bactérias quando em contato com a lente, ou que podem gerar irritações ou alergias nos olhos. O ideal, nesses casos, é usar os óculos adequados para a prática (por exemplo, óculos de natação), que podem conter lentes corretivas. Se o uso de lentes de contato for inevitável, o ideal, então, é conversar com um oftalmologista.   

Leia mais: Importância de usar óculos de sol de qualidade no verão

Fonte: Dr. Hallim Féres Neto, oftalmologista do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.