Fruta laxante: incluir o kiwi na dieta pode combater intestino preso

Alimentação Bem-estar Saúde
21 de Julho, 2023
Livia Yume Tanizaki
Revisado por
Nutricionista • CRN-3 45492
Fruta laxante: incluir o kiwi na dieta pode combater intestino preso

A prisão de ventre, ou intestino preso, é uma das grandes reclamações em consultórios médicos. Isso porque além de ser muito desconfortável, a condição causa inchaço abdominal, diarreia e até dor ao ir ao banheiro. Mas a solução para esse problema pode ser simples e estar na fruteira de casa: o kiwi, fruta laxante de sabor agridoce e cor viva, pode ser a saída para melhorar a condição. A seguir, veja como o kiwi pode ajudar com o intestino preso.

Leia também: Laxante natural: Como soltar o intestino com laxante caseiro

Kiwi: como a fruta pode ajudar a liberar com a prisão de ventre?

O kiwi é um alimento rico em fibras e água, o que pode ajudar a melhorar a frequência de idas ao banheiro. De acordo com uma pesquisa divulgada pelo American Journal of Gastroenterology, o consumo da fruta melhora significativamente a consistência das fezes. Além disso, ela também ajuda na redução das dores abdominais e refluxo

Para avaliar os efeitos da fruta no tratamento da prisão de ventre, os participantes consumiram 2 kiwis verdes maduros sem as cascas ou 7,5 g de psyllium (fibra alimentar usada como tratamento específico para prisão de ventre) por dia durante quatro semanas.

Como resultado, os pesquisadores identificaram que o teor de fibras do psyllium é semelhante ao do kiwi e pode ajudar com o intestino preso. Dessa forma, os pacientes que consumiram a fruta relataram sentir um amolecimento da consistência das fezes, além da redução no esforço para evacuar. Os resultados foram ainda melhores quando comparados aos pacientes que tomaram psyllium.

Por fim, o consumo do kiwi está atrelado a outros benefícios devido a sua alta carga de antioxidantes, já que essas substâncias combatem o envelhecimento precoce e doenças cardiovasculares. Para obter um resultado ainda melhor no trato intestinal, é interessante investir em outros alimentos ricos em fibra, como feijão, grão de bico, cereais e farinhas integrais.

Leia também: Prisão de ventre (constipação): causas, tratamento e dicas

Intestino preso: riscos de não tratar a condição

Clinicamente, a constipação intestinal consiste, basicamente, na dificuldade dos músculos do intestino grosso fazerem força suficiente para expelir o bolo fecal. Com isso, as fezes ficam presas no intestino, causando dores abdominais, inchaço e mal-estar. 

Segundo a Federação Brasileira de Gastroenterologia, cerca de 20 milhões de pessoas ficam vários dias sem ir ao banheiro e sofrem os desconfortos do problema.

As causas da constipação são variadas, mas basicamente tudo o que comemos e fazemos (ou deixamos de fazer) influencia no funcionamento do intestino. Logo, o trânsito lento pode ser fruto de sedentarismo, pouca hidratação e de uma dieta deficiente em fibras. Estresse, ansiedade e falta de rotina (viagens muito frequentes, por exemplo) também contribuem para o “intestino preguiçoso”.

Porém, quando a constipação intestinal não recebe tratamento, pode evoluir para distúrbios no ânus e no reto, como hemorroidas e até fissura anal

Referências: Biblioteca Virtual em Saúde e American Journal of Gastroenterology.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"

mulher de lado tomando um suco verde em um copo
Alimentação Bem-estar

Como comer mais fibras no dia a dia? Dicas simples

O nutriente promove saciedade, melhora o trânsito intestinal, ajuda a evitar picos de açúcar no sangue e diminui a absorção das gorduras. Veja como comer mais

foto mostra diferentes pincéis de maquiagem
Beleza Bem-estar

Pincéis e esponjas de maquiagem podem causar acne e alergias. Como higienizar?

Você já tentou de tudo, mas não consegue se livrar do aparecimento de espinhas? Já tentou lavar seus pincéis e esponjas de maquiagem?