Como usar gua sha no cabelo e no couro cabeludo

11 de janeiro, 2022

Usado há séculos na Ásia para tratar dores no corpo e inflamação, o gua sha ganhou popularidade nas rotinas de beleza e cuidados com a pele por sua capacidade de desinchar e definir o rosto. Eles datam do século VII, mas certamente estão mais modernos do que nunca. E, agora, o objeto teve seu uso ampliado, e os benefícios do gua sha no cabelo e couro cabeludo se tornaram uma grande aposta. 

Os tratamentos de gua sha estimulam os tecidos do corpo com movimentos de raspagem usando a ponta de uma ferramenta. Geralmente, o acessório massageador é feito de jade ou quartzo rosa, e as versões atuais fornecem uma borda de raspagem mais suave do que as que eram utilizadas em tratamentos antigos. Mas, quais as vantagens de fato de colocar o gua sha na rotina de cuidados com os fios? 

Gua sha no cabelo e couro cabeludo: Benefícios

Muitas vezes confundido com o nome da ferramenta usada para realizar a raspagem, gua sha, na verdade, se refere à forma de tratamento. Ou seja, “gua” significa coçar ou raspar a pele, enquanto “sha” descreve a vermelhidão resultante do tratamento. Além disso, embora a maioria das pessoas esteja familiarizada com o gua sha facial, ele é tradicionalmente usado no corpo todo, como nas costas e pescoço.

Assim, a ferramenta abraça as curvas dos músculos para aumentar a circulação sanguínea, refinando e suavizando a pele. Além disso, é capaz de estimular uma variedade de pontos de acupuntura.

Leia também: Rolo de jade: O acessório de massagem facial

Como funciona

Um dos principais benefícios do gua sha para o corpo é a melhora do fluxo sanguíneo. E, na medicina chinesa, acredita-se que a saúde do cabelo esteja diretamente relacionada à saúde do sangue. Dessa maneira, o gua sha causaria um aumento expressivo na circulação nos tecidos moles e conjuntivos sob a pele.

Gua sha faz o cabelo crescer?

Para entender se o gua sha pode ajudar no crescimento do cabelo, é importante entender a diferença entre criar um ambiente saudável para novos fios e realmente estimular um novo crescimento. De acordo com a dermatologista Rachel Nazarian, especialista em cosmética e dermatologia cirúrgica, o gua sha aumenta o fluxo sanguíneo para o couro cabeludo. “Muitos tratamentos usados ​​no combate à perda capilar envolvem a tentativa de aumentar a circulação no folículo piloso”, explica a médica.  “Com essa consideração, o acessório pode potencialmente oferecer algum benefício, embora faltem estudos específicos e ensaios clínicos sobre o couro cabeludo”, completa. 

Ou seja, a dermatologista adverte que a prática não necessariamente se traduz diretamente em promover o crescimento das madeixas. Mas, pode melhorar a região do couro cabeludo e diminuir a resposta ao estresse de uma pessoa para um melhor desenvolvimento dos fios. 

Como escolher o seu acessório 

gua sha no cabelo e no couro cabeludo

A enorme variedade de formas, tamanhos e materiais pode confundir. Mas, para a máxima versatilidade, é preciso uma ferramenta com pelo menos uma borda reta, com pequenas curvas para usar ao redor do couro cabeludo.

Pensando na pedra, jade e quartzo estão entre os materiais preferidos graças a suas propriedades energéticas. 

O gua sha custa, em média, 100 reais. 

Como usar

Comece pela linha central da cabeça. Faça movimentos unilaterais com a ajuda de um sérum ou óleo capilar para “raspar” as linhas de um lado da cabeça em direção à orelha até completar um lado. Em seguida, realize os mesmos movimentos no lado oposto. Certifique-se de não pressionar com muita força, pois isso pode causar danos aos folículos capilares.

Leia também: Pente de jade: O que é e como atua no crescimento do cabelo

Sobre o autor

Amanda Figueiredo
Amanda Figueiredo
Jornalista e nutricionista. Editora-chefe e coordenadora de comunicação da Vitat. Especialista em saúde, alimentação saudável/nutrição, fitness, beleza e bem-estar.