Força e hipertrofia têm diferenças: entenda quais são

Bem-estar Movimento
18 de Abril, 2023
Bianca Carolina Pichirilli
Revisado por
Educadora Física • CREF 144786-G/SP
Força e hipertrofia têm diferenças: entenda quais são

O atleta de levantamento de peso Vladimir Shmondenko é famoso no Instagram, rede em que possui 3 milhões de seguidores. Ontem, ele viralizou novamente com outro vídeo em que aparece com roupas de faxineiro em uma academia. Na cena, ele está entre homens muito fortes e retira, sem esforço algum, uma barra extremamente pesada para limpar o chão. Embora seja um vídeo combinado, Vladimir impressionou por ser muito menor fisicamente do que os demais homens e levantar peso com facilidade. Com isso, trouxe à tona a reflexão: força e hipertrofia são a mesma coisa?

 

Força e hipertrofia são diferentes

Mesmo quem treina há bastante tempo, pode confundir força com hipertrofia. Contudo, ser forte não necessariamente requer volume muscular, e vice-versa. Ou seja, quem busca desenvolver os músculos não precisa somente de treinos com altas cargas. Na verdade, a meta é romper as fibras musculares por meio do exercício, a fim de reconstruí-las com mais volume e densidade.

É o exemplo dos atletas de fisiculturismo: o foco desses profissionais é forjar os músculos para que fiquem grandes e dentro dos padrões estéticos para as competições. Isso não quer dizer que eles também não sejam fortes, mas este não é um requisito básico.

Outro exemplo que ilustra bem o contexto é o reality show da Netflix, A Batalha dos Cem. Os participantes competem entre si em provas de resistência, força (física e mental) com obstáculos desafiadores. Os que mais se destacam nas etapas em que você precisa ficar suspenso em uma barra por muito tempo são atletas menores, mas que praticam modalidades que exigem força.

Veja também: Dicas para melhorar a velocidade na corrida

Voltando ao atleta Vladimir Shmondenko, cuja especialidade é o levantamento de peso, existem diversas particularidades que o diferenciam de um fisiculturista. Por exemplo, para conseguir aumentar as cargas, é importante se aprimorar nas técnicas que viabilizam essa capacidade.

O indivíduo pratica a tensão do músculo versus a resistência, que gera o resultado de suportar pesos maiores. Então, se investe em muita carga e poucas repetições, a fim de estressar o músculo para desenvolver a força desejada.

Comparado com um treino clássico de hipertrofia, é possível ver a diferença: nele, os exercícios são feitos sob uma carga moderada, geralmente com 8 a 12 repetições.

Da próxima vez que observar uma pessoa treinando com um peso que chama atenção, é muito provável que ela se dedique a uma estratégia de força. Quanto ao corpo, às vezes o indivíduo até possui um percentual de gordura maior do que o muscular, mas “esconde” seu potencial com a técnica assertiva.

 

Como posso potencializar meu ganho de massa? Temos dicas para você! Ver agora

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

aveia com limão
Alimentação Bem-estar

Dieta Oatzempic: suco de aveia com limão realmente emagrece?

Shake não oferece riscos, mas não cumpre efeitos milagrosos na perda de peso

foto mostra salsão (também conhecido como aipo) de diferentes maneiras: in natura, cortado em pedaços pequenos e em forma de suco
Alimentação Bem-estar

Suco de salsão (aipo) é multivitamínico. Veja como fazer!

Sai a couve, entra o salsão como ingrediente do suco verde, prometendo tanto ou mais benefícios

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra