Erros no exame de urina: confira os mais comuns e como evitá-los

Saúde
24 de Novembro, 2022
Erros no exame de urina: confira os mais comuns e como evitá-los

O exame de urina é um dos mais comuns nos hospitais e laboratórios, mas assim como qualquer procedimento, é passível de erros. E vamos combinar: fazer xixi em um potinho e ter que levá-lo ao laboratório não é uma experiência agradável. Agora, imagina ter que fazer isso mais de uma vez porque a coleta do exame de urina não foi realizada da forma correta? Seria desgastante, né? A boa notícia é que existem alguns cuidados para evitar que isso aconteça com você. Confira!

Exame de urina: para que ele serve, afinal?

O exame de urina é utilizado para verificar possíveis alterações no sistema renal e urinário. Nesse sentido, o exame pode descobrir infecções, insuficiência, diabetes, hipertensão arterial, e até lúpus eritematoso sistêmico.

Do mesmo modo, o médico também pode solicitar a coleta da urina caso desconfie que o paciente está com alguma doença ou opte por realizar um exame de rotina. 

Leia também: Teste de urina pode identificar se alimentação está adequada.

Tipos de exame 

Os tipos de coleta de urina podem variar de acordo com a finalidade do exame. Sendo que os exames mais comuns são o EAS e Urocultura. Confira abaixo:

  • EAS (também chamado de Urina tipo 1 ou Exame Parcial de Urina): o tipo de coleta é via urina isolada. Geralmente, o exame serve para investigar se o paciente tem pedras nos rins, insuficiência renal, infecções etc.
  • Urocultura (também chamado de cultura de urina): coletado por urina isolada, o exame verifica se existe a presença de bactérias no paciente. Frequentemente, a análise pode identificar infecção urinária. 
  • Sódio, potássio, cálcio, proteínas e outros componentes: esse exame é realizado por meio da coleta da urina de 24 horas e serve para avaliar as taxas de excreção de determinados componentes durante o dia. De igual modo, a análise também auxilia no entendimento da saúde dos rins.

Quais são os erros mais comuns ao fazer exame de urina? 

Agora que você já tem uma ideia do que é o exame de urina, podemos listar alguns erros na hora de realizá-lo. Cometer esses erros alteram o resultado ou, até mesmo, fazem você coletar a amostra novamente. Alguns deles são:

1. Não fazer a higienização correta 

Primeiramente, um erro muito comum é não fazer a higienização correta das mãos e da área genital antes de coletar a urina. Bem como, ter esse cuidado vai evitar a contaminação da amostra.  

2. Não seguir as instruções de preparo

Cada tipo de exame de urina tem um preparo diferente. Por isso, seguir a recomendação do laboratório escolhido é fundamental. Veja alguns exemplos:

  • EAS: A orientação de preparo é evitar o uso de alguns medicamentos e de contraste oral. Igualmente, recomenda-se evitar relações sexuais 24 horas antes da coleta da urina e evitar exercícios físicos. Mulheres em período menstrual devem fazer o exame após o término do ciclo. 
  • Urocultura: Caso o paciente esteja tomando remédios antimicrobianos, possivelmente, o resultado do exame será alterado. Por isso, é recomendável fazer o exame de urina após 7 dias do término do uso do remédio ou de acordo com orientação médica. 
  • Sódio, potássio, cálcio, proteínas e demais exames com coleta 24h: A indicação é manter a rotina de hidratação normalmente. 

3. Não seguir as instruções de coleta

Saber como realizar a coleta do exame é primordial para garantir o seu sucesso. Sendo assim, confira instruções essenciais:

Urina isolada: a ideal é coletar a primeira urina do dia, logo pela manhã. Em seguida, você deve eliminar o primeiro jato e colocar o restante no recipiente fornecido pelo laboratório.

Urina 24 horas:  primeiramente, a orientação é eliminar o primeiro xixi do dia até esvaziar a bexiga. Em seguida, comece a coleta do xixi ainda pela manhã, anotando o horário de cada coleta. Siga o procedimento durante todo o dia até completar 24h. Ou seja, se a primeira coleta foi realizada às 8h, a última coleta deve ser feita às 8h do dia seguinte.

4. Ignorar o tempo de estabilidade

Por último, é importante saber que a urina é uma amostra de baixa estabilidade. Isso significa que o material precisa ser rapidamente conduzido à análise. Sendo assim, logo depois que você terminar a coleta,  é preciso entregar o potinho ao laboratório rapidamente. 

Se você estiver perto do local no qual vai entregar a amostra, ótimo. Se não, o período de estabilidade da coleta da Urina Isolada e da Urina 24h é de até 6 horas em refrigeração.

Pode dar erro no exame de urina?

Sim, é possível. Um dos erros mais comuns é a contaminação da urina pela falta de higiene adequada. No entanto, se o exame for feito de forma correta, as chances de isso acontecer são bem menores. 

Onde fazer o exame de urina?

Enfim, o exame de urina pode ser feito na rede pública e privada de saúde. Além disso, algumas empresas da rede particular também oferecem o serviço em casa. 

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

5 plantas que afastam
Saúde

5 plantas que afastam o mosquito da dengue

Uma estratégia simples contra a dengue envolve o cultivo de plantas aromáticas em casa. Veja 5 opções

Quem não pode tomar vacina da dengue
Saúde

Quem não pode receber a vacina da dengue?

Faltam testes sobre a segurança e eficácia da vacina em determinados públicos; veja quais são

foto de folhas de citronela em uma bandeja de bambu
Bem-estar Casa Saúde

Planta citronela espanta mosquito da dengue?

A planta possui um óleo essencial desagradável para alguns insetos. Contudo, a citronela não deve ser a única estratégia para espantar o mosquito da dengue