Erros que estão fazendo o seu abdominal ser menos eficiente

5 de agosto, 2019

Uma barriga chapada e cheia de definição é o sonho de muitas pessoas. Para atingir tal objetivo, entre um treino e outro, será inevitável se deparar com as variações de abdominais.

No entanto, quando a execução do abdominal provocam sinais desagradáveis em quem treina ou não está dando resultado, pode ser sinal de que algo não está sendo feito corretamente. 

Conheça os principais erros que estão tornando o seu exercício abdominal menos eficiente: 

Tensionar o pescoço 

A tensão no pescoço é causada pela falta da técnica correta. Certifique-se de que você está envolvendo conscientemente os músculos da região abdominal – e não usando a força do pescoço para levantar.  Se for preciso, vá mais devagar e sinta os músculos queimarem.

Não controlar a postura 

“Quando falta postura correta para o exercício, a pessoa pode passar a sobrecarregar partes do corpo, o que é prejudicial”, diz a educadora física Meire Rodrigues. “Por isso, o acompanhamento diário, ativo e preciso do profissional de educação física é o mais indicado, pois, a partir da interação o aluno passa a compreender esses pontos e a corrigir os seus erros na execução e na escolha de cargas”, completa. 

Subir até encostar nos joelhos

Não é necessário elevar tanto o tronco até que toque os joelhos. Se você sobe até a metade, fortalece a região abdominal do mesmo jeito, mas assim não força o pescoço e nem a lombar. 

bola

Só treinar a parte superior do abdômen

Focar somente na parte superior do abdômen e deixar de lado os oblíquos, inferiores e transverso é o erro mais comum no treino abdominal. Os abdominais inferiores são os mais negligenciados de todos, pois não costumam aparecer (a menos que a cintura da calça esteja realmente baixa). A musculatura inferior do abdômen também tem papel importante na estabilidade da região abdominal e ainda colabora para uma melhor aparência da barriga tanquinho. Os melhores exercícios para os abdominais inferiores são o crunch invertido e as elevações de perna.

Não respirar direito

Contrair os músculos para se manter na posição correta durante o exercício abdominal não quer dizer prender a respiração. O correto é manter a respiração normal. Preste atenção ao inspirar e expirar. Isso vai ajudar a segurar a postura e também a se concentrar ainda mais na atividade.

Exagerar nas repetições 

Se fazer exercícios abdominais à exaustão já foi uma ideia que passou pela sua cabeça, então é melhor entender a lógica do nosso corpo.”Vale mais prezar pela qualidade do exercício abdominal do que pela quantidade”, indica a profissional. 

O excesso de atividade pode até causar lesão dos músculos abdominais ou de partes críticas do corpo como pescoço e coluna.  Com apenas 15 ou 20 minutos você consegue fazer o suficiente.

Leia também: Melhores abdominais para fortalecer e definir a região

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.