Entamoeba histolytica: o que é, quais os sintomas e como evitar

Saúde
20 de Setembro, 2022
Entamoeba histolytica: o que é, quais os sintomas e como evitar

Existem muitas causas de diarreia humana no mundo, porém, uma bastante comum é a infecção por Entamoeba histolytica, o que gera a chamada “disenteria amebiana”. 

“A Entamoeba histolytica é um tipo de protozoário, e nós nos contaminamos através da ingestão de água e/ou alimentos contaminados com ela”, explica Vanessa Prado, cirurgiã do aparelho digestivo.

Essa é uma condição mais comum em crianças e bebês, que têm o costume de levar as mãos à boca com mais frequência, assim como objetos encontrados no chão, alimentos desconhecidos e outros itens nas fases iniciais da vida. Tais ações são naturais no seu desenvolvimento, mas podem gerar algumas complicações de saúde.

Nos adultos, é mais comum essa doença gastrointestinal surgir devido à ingestão de alimentos contaminados. Entretanto, também é comum a infecção por conta da falta de higienização das mãos. 

Leia também: Doenças que podem ser transmitidas por água de enchentes e como preveni-las

Sintomas da Entamoeba histolytica

Apesar dessa infecção acontecer por um protozoário bem específico, os seus sintomas são bastante comuns: 

  • Diarreia (que pode ou não conter sangue e/ou muco);
  • Febre;
  • Tremores e calafrios;
  • Dor abdominal;
  • Vômitos;
  • Desidratação.

“O diagnóstico é feito através de um teste de fezes, chamado teste parasitológico de fezes, com três amostras, em que os protozoários são vistos dentro das fezes”, continua a médica. 

Tratamento e prevenção

O tratamento para Entamoeba histolytica é bastante simples. Geralmente, indica-se o uso de antibiótico associado a um sintomático (para tratar da febre, por exemplo), além de um vermífugo. 

Apesar de comum e simples de tratar, é importante diagnosticar a doença rapidamente. Afinal, uma das suas principais complicações é a desidratação por conta do aumento no número de evacuações e pela presença de vômitos. Em casos mais sérios, também é possível que haja prostração (ou seja, cansaço extremo) e, nos casos muito graves, abcesso no fígado. 

Dessa forma, a melhor forma de prevenção dessa condição é garantindo a correta higienização dos alimentos e das mãos, e a filtração da água. Evitar contato com o esgoto, fontes de água que não têm tratamento e águas de enchente também.

Fonte: Vanessa Prado, cirurgiã do aparelho digestivo

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Por quanto tempo tomar glutamina
Alimentação Bem-estar Saúde

Por quanto tempo devo tomar glutamina?

Veja recomendações importantes sobre o consumo prolongado

Alimentação e hipertensão
Alimentação Bem-estar Saúde

Alimentação e hipertensão: o que priorizar e o que evitar?

O ideal é utilizar temperos naturais, como ervas e especiarias. Veja outras dicas

check-up ginecológico
Bem-estar Saúde

Check-up ginecológico: quais exames a mulher deve realizar anualmente?

A rotina de exames permite diagnóstico rápido para diversas doenças, ampliando as chances de um tratamento eficaz