Cíntia Dicker engordou 25kg na gravidez. Quanto é normal?

Alimentação Bem-estar Gravidez e maternidade Saúde
07 de Novembro, 2022
Cíntia Dicker engordou 25kg na gravidez. Quanto é normal?

A atriz e modelo Cíntia Dicker, de 35 anos, está à espera do seu primeiro filho com o ex-BBB e surfista Pedro Scooby. Recentemente, ela compartilhou com os seus seguidores que ganhou cerca de 25kg nestes sete meses de gestação. “Estou comendo tanto, mas tanto. Tudo que não comi em toda a minha vida estou comendo agora”, disse ela no Instagram. O assunto levantou a discussão: afinal, quanto é normal engordar na gravidez?

Mudanças no corpo da mulher durante a gestação são inevitáveis, e a principal delas é o aumento do peso. Tal processo é provocado não somente pela presença do bebê, mas também por fatores como retenção de água, aumento do volume de sangue circulante, peso do líquido amniótico e da placenta. Saiba mais: 

Engordar na gravidez

O peso da mulher antes de engravidar e o ganho total durante os nove meses de gestação interferem diretamente no peso, no comprimento e nas reservas de gordura do recém-nascido. 

Da mesma forma, o ganho de peso gestacional também tem impactos na saúde da mãe, uma vez que mulheres que ganham peso excessivamente nesse período apresentam maior risco de desenvolver obesidade. Além disso, os quilos extras podem provocar dores nas costas e articulações, inchaço, prisão de ventre, infecções e dificuldades para respirar e dormir.

Entretanto, você sabe o quanto é normal engordar na gravidez? De acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Women’s Health, somente 25% das mães sabiam como deveria ser o ganho de peso durante a gestação. 

Já uma análise divulgada no jornal Obstetrics & Gynecology, publicação oficial do American College of Obstetricians and Gynecologists (ACOG), nos Estados Unidos, revelou que 47% das grávidas engordam mais do que o indicado. Para chegar a esse resultado, cientistas analisaram informações de cerca de 44 mil mulheres, que deram à luz entre 2010 e 2011.  

Afinal, quanto é normal engordar na gravidez?

De acordo com as diretrizes de saúde, a maior parte do ganho de peso na gravidez deve ocorrer no 2º e no 3º trimestres. No primeiro trimestre, o ganho de peso é mínimo, variando entre 0,5 e 2 kg. A partir do 2º trimestre, acelera-se, devendo ficar em torno de 0,5kg por semana. Assim, o normal é a mulher ganhar de 8 a 12 kg no total. Portanto, engordar 25kg, como Cíntia, não seria considerado saudável, segundo as recomendações. 

Contudo, é claro que cada caso merece uma avaliação individual, pois diversos fatores podem alterar esse número. Além disso, a mulher deve fazer o acompanhamento pré-natal com um profissional capacitado para garantir que esteja tudo bem com as saúdes dela e do bebê. Isso porque somente um médico poderá dizer se o seu ganho de peso está dentro do esperado ou não. 

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Nada de comer por dois

Diferentemente do que muitos acreditam, o “comer por dois” durante a gravidez não passa de um mito. Basta um aumento de 200 a 300 calorias por dia na dieta para que a gestante consiga atingir a meta necessária para gerar uma criança saudável. Também é indicado que a mãe não passe mais de três horas sem comer para evitar a hipoglicemia. 

Leia também: Dicas para a mãe que não tem tempo conseguir emagrecer

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Lapsos de memória
Bem-estar Equilíbrio Saúde

Lapsos de memória: 8 principais fatores e como evitá-los

Rotina sobrecarregada, estresse e noites maldormidas são algumas das causas

Quando mudar a rotina de skincare
Beleza Bem-estar

Rotina de skincare: quando mudar os produtos? Dermatologista explica

Segundo a dermatologista, apesar da percepção, a pele continua se beneficiando da rotina

Medir a pressão arterial
Saúde

Medir a pressão arterial: veja novas recomendações

Veja novas recomendações da Sociedade Brasileira de Cardiologia