Doenças psiquiátricas e tireoide: Conheça a relação

18 de junho, 2021

A tireoide é uma pequena glândula localizada no pescoço, mais especificamente na região da garganta. A função dela é produzir hormônios essenciais para converter alimentos em energia e apoiar o crescimento. Mas o que nem todos sabem é que doenças psiquiátricas e tireoide estão relacionadas.

“Não é raro vermos pacientes que apresentam doenças na tireoide, como hipotireoidismo e hipertireoidismo, começar essa investigação no psiquiatra”, alerta Dra. Carolina Ferraz, endocrinologista. 

De acordo com a especialista, o hipotireoidismo pode causar alguns sintomas parecidos com os da depressão. Portanto, alguns pacientes com essa sensação de tristeza, alteração do apetite e leve ganho de peso podem ter a condição. Por isso, geralmente eles acreditam que estão passando por um quadro de depressão.

Já os pacientes com hipertireoidismo tendem a ficar agitados por conta do metabolismo acelerado. Em decorrência disso, surge o pensamento de talvez estarem com ansiedade.

A Dra. Carolina ainda enfatiza que a tireoide pode ter relação com alguns desses sintomas, embora não esteja claro como isso influencia o cérebro. Porém, alterações nos níveis da tireoide podem aumentar o risco de distúrbios da saúde mental.

“É importante o psiquiatra ficar atento se o paciente apresenta alguma alteração no corpo, como mudanças de peso, no intestino, ou nos batimento cardíaco. Pois precisamos fechar o diagnóstico de doenças tireoidianas, e o tratamento para essas doenças psiquiátricas vai ser o tratamento da tireoide”, finaliza a endocrinologista.

Leia também: Tireoide e depressão: Conheça a relação

As pesquisas confirmam a relação entre doenças psiquiátricas e tireoide

Segundo um estudo feito pelo Centro Médico da Universidade de Amsterdã, na Holanda, 28% dos participantes com transtorno bipolar também apresentavam hipotireoidismo. A condição estava presente em apenas 3% de um controle geral da população e em 18% dos participantes com outros transtornos psiquiátricos.

Outra pesquisa de 2015, feita pela Universidade de Zhejiang, na China, descobriu que o uso a curto prazo de um antidepressivo (ISRS) pode causar hipotireoidismo em casos muito raros. Contudo, ao mudar para um medicamento diferente (venlafaxina), a tireoide voltou ao normal após 5 meses.

Fonte: Dra. Carolina Ferraz, endocrinologista da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo (SBEM-SP).

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo