Doença pulmonar crônica causa envelhecimento precoce do sistema imunológico

Saúde
18 de Abril, 2022
Doença pulmonar crônica causa envelhecimento precoce do sistema imunológico

A doença pulmonar crônica (DPOC), é uma inflamação do pulmão que compromete o fluxo aéreo e a qualidade de vida do indivíduo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a DPOC atinge cerca de 6 milhões de pessoas no Brasil. No entanto, uma pesquisa da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo constatou que a enfermidade não prejudica apenas a saúde do órgão, mas é capaz de envelhecer o sistema imune. A descoberta foi publicada na revista Immunity & Ageing.

Veja também: Hipertensão pulmonar: tudo sobre a doença que precisa de atenção

Doença pulmonar crônica é fator de risco para envelhecimento entre os grupos analisados

A princípio foram recrutadas 92 pessoas, distribuídas em quatro grupos: pacientes com doença pulmonar crônica, fumantes sem doença pulmonar, idosos e adultos saudáveis. Assim, os cientistas analisaram marcadores associados à diferenciação tardia, senescência e exaustão celular para cada grupo. Como resultado, os indivíduos enfermos apresentaram células com fenótipos envelhecidos ou esgotados, consequências do envelhecimento prematuro do sistema imunológico.

“Com o aumento da população idosa, entender os mecanismos envolvidos no processo de envelhecimento celular (imunossenescência) é importante em vários aspectos. Por isso, compreender como lidar com o organismo dessas pessoas, mais propenso a cânceres, infecções, pode abrir caminhos para um melhor funcionamento do sistema imunológico. Logo, esse trabalho ajuda a entender o que acontece e onde é possível tentar atuar”, explica o professor Gil Benard, do Laboratório de Dermatologia e Imunodeficiências da FM-USP.

Por sua vez, o grupo de pessoas com tabagismo crônico moderado a intenso não aumentaram o ritmo da imunossenescência em comparação com os idosos saudáveis. “Ou seja, a DPOC acabou interferindo mais nos pacientes do que a idade, afetando drasticamente o sistema imune”, completa a doutoranda Thalyta Nery Carvalho Pinto.

A imunossenescência é marcada pela diminuição do total de células T jovens (chamadas pelos cientistas de naive) e pelo aumento dos linfócitos de memória, que têm três fases durante a vida. No trabalho, os pesquisadores detectaram uma “desordem” nesse ciclo do sistema imune em pacientes com DPOC. Agora, com uma amostra de indivíduos diferente da anterior, o grupo de cientistas está estudando como é a resposta dos linfócitos de outro tipo (B) em pacientes com DPOC. Também busca avaliar como essas pessoas estão respondendo à vacina da Covid-19.

Fonte: Agência FAPESP.

 

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher tratando os cabelos do filho deitado em uma almofada
Gravidez e maternidade Saúde

Mitos e verdades sobre piolhos e como proteger seu filho

Dermatologistas orientam sobre a importância de evitar a automedicação. Os pais devem ficar atentos e avisar a escola caso a criança tenha piolhos ou lêndeas

imagem do apresentados de TV Fausto Silva, conhecido como Faustão
Saúde

Faustão passa por transplante de rim

Faustão foi internado e passou por um transplante de rim na última segunda-feira (26). Saiba mais o que diz o boletim médico