Dieta do pepino: O que é, como fazer e cardápio

1 de outubro, 2019

A dieta do pepino é um plano alimentar de curto prazo que promete emagrecimento rápido. 

Existem muitas versões da dieta, mas a maioria afirma que é possível perder até sete quilos em uma semana

O que é a dieta do pepino?

A dieta do pepino consiste principalmente no consumo de pepinos, juntamente com alguns alimentos ricos em proteínas, como ovos, frango, peixe e nozes.

Como carece de variedade e  nutrientes, não é recomendável segui-la por mais de 14 dias.

Não há regras padrão para essa dieta, além da recomendação de comer pepinos na maioria das refeições. A metodologia aconselha: sempre que sentir fome, coma um pepino.

A teoria é que, como o pepino tem baixo valor calórico, é possível comê-lo sem restrições – um pepino médio de 300 gramas tem apenas 45 calorias.

Porém, tal legume é pobre em proteína, um nutriente essencial para manter a saúde da pele, músculos e articulações. Por esse motivo, a dieta recomenda combinar os pepinos com alguns alimentos ricos em proteínas.

Confira uma lista de alimentos permitidos na dieta do pepino:

  • Legumes: Pepino, tomate, espinafre, aipo e outros vegetais em pequenas quantidades.
  • Proteína: Frango, carne magra, peixe, ovos, iogurte grego, queijo cottage, queijo cheddar.
  • Gorduras: Azeite

Não há diretrizes claras sobre bebidas, mas a maioria das versões da dieta recomenda apenas água e chá.

Leia também: Guia dos queijos: Qual é o tipo mais saudável?

A dieta do pepino emagrece?

Nenhum estudo analisou a dieta do pepino especificamente. No entanto, pela baixa ingestão de calorias que ela permite, é possível perder peso seguindo esse protocolo. 

Porém, esse emagrecimento ocorrerá apenas durante o período da dieta – é improvável que você mantenha o peso assim que retomar sua alimentação normal. 

Também, dietas restritivas são difíceis de manter a longo prazo.

Para perder peso e melhorar sua saúde, é indicado seguir uma dieta equilibrada e nutritiva. Procure comer grãos integrais, vegetais, frutas, gorduras saudáveis ​​e proteínas magras e à base de plantas.

Desvantagens

Pepinos não possuem proteínas, gorduras, fibras, cálcio, ferro e muitos outros nutrientes necessários para a saúde.

Mesmo se você adicionar proteína a cada refeição, é improvável que atenda às necessidades diárias devido à variedade limitada de alimentos.

A maioria das pessoas recupera o peso que perdeu após terminar um programa restrito de perda de peso como este, especialmente se a dieta não ensinou comportamentos alimentares saudáveis, como controle de porções e leitura dos rótulos nutricionais.

Sugestão de cardápio para a dieta do pepino

Dia 1

  • Café da manhã: 2 ovos com pepinos e ervas
  • Lanche da manhã: 2 pepinos
  • Almoço: Salada de pepino com suco de limão e iogurte grego
  • Lanche da tarde: 2 pepinos
  • Jantar: Frango assado e pepino com arroz integral

Dia 2

  • Café da manhã: Suco de pepino (pepino misturado com maçã verde e espinafre)
  • Lanche da manhã: 1 pepino e um punhado de amêndoas
  • Almoço: 1 pepino, 1 laranja e algumas fatias de queijo
  • Jantar: 1 pepino e queijo cottage

Dia 3

  • Café da manhã: Torrada integral, pepino e queijo
  • Lanche da manhã: 2 pepinos
  • Almoço: Salada de pepino com tomate e azeite
  • Lanche da tarde: 1 maçã verde
  • Jantar: Salmão grelhado, pepino e batatas assadas

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.