Dia do Sedentarismo: falta de atividade física pode afetar o coração

Bem-estar Movimento Saúde
06 de Julho, 2023
Livia Yume Tanizaki
Revisado por
Nutricionista • CRN-3 45492
Dia do Sedentarismo: falta de atividade física pode afetar o coração

Dia 10 de março é o Dia Mundial do Combate ao Sedentarismo, uma data escolhida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), para conscientizar sobre os riscos da falta de exercício e incentivar práticas mais saudáveis que aumentem o bem-estar da população, reduzindo o risco de doenças como diabetes e hipertensão. 

No ranking de sedentarismo da América Latina, o Brasil ocupa o primeiro lugar e no panorama mundial, é o quinto com 47% dos brasileiros inativos segundo o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Entre os jovens, o dado é ainda mais alarmante, com 84% de sedentários. Saiba mais a seguir! 

Veja também: Sedentarismo: O que fazer para não ser mais uma vítima

Riscos para o coração

Segundo a OMS, sedentários são adultos entre 18 e 60 anos que não realizam ao menos 150 minutos semanais de atividade física, ou seja, 30 minutos, cinco vezes por semana.

Contudo, a falta de movimento causa uma série de problemas de saúde, como aumento do estresse, ansiedade, diabetes, hipertensão e problemas cardiovasculares. Dessa forma, inatividade pode trazer diversos impactos negativos, especialmente para o coração. É o que alerta o cardiologista Dr. Roberto Yano, que ressalta a importância de se manter ativo para cuidar da saúde cardiovascular:

“A falta de movimentação do corpo é apontada pela ciência como um dos principais causadores de comprometimento cardiovascular, que pode levar ao aceleramento do processo de aterosclerose. Por isso, aumenta as chances de se ter um infarto ou um derrame cerebral”, explica.

Ainda de acordo com o cardiologista, o sedentarismo também reduz a capacidade do coração de bombear sangue e levar oxigênio e nutrientes para o corpo. “Isso pode gerar fadiga, cansaço e até mesmo falta de ar em atividades simples do dia a dia”, ressalta Dr. Roberto.

Leia também: Problemas que você evita ao deixar o sedentarismo

Como prevenir problemas no coração ligados ao sedentarismo?

O médico entrevistado lembra que para ter uma vida saudável você não precisa necessariamente praticar exercícios intensos e cansativos. “O importante é manter o corpo em movimento, com atividades adequadas ao seu perfil e capacidade física. A OMS recomenda 150 minutos de exercícios por semana para deixar de ser sedentário”, afirma Dr. Roberto.

Por fim, o especialista enfatiza que é importante começar aos poucos e aumentar a intensidade conforme o tempo. “Também é importante manter os exames em dia para entender como está a saúde do seu coração e os impactado do sedentarismo, para identificar possíveis problemas de forma precoce”, alerta.

Fonte: Dr. Roberto Yano, cardiologista.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Dia dos Pais fondue saudável
Alimentação Bem-estar Receitas

Fondue saudável: confira algumas substituições mais equilibradas!

Quando as temperaturas caem, uma noite de fondue é uma excelente pedida

chocolate quente fit
Alimentação Bem-estar

Chocolate quente fit é opção saudável para festa junina. Veja receitas!

Nessa época, algumas comidas ganham protagonismo, como caldos, bebidinhas quentes e doces típicos. Veja como fazer um chocolate quente fit!

Por quanto tempo devo tomar ômega
Alimentação Bem-estar

Por quanto tempo devo tomar Ômega 3?

Muitas pessoas se perguntam: Por quanto tempo devo tomar ômega 3? Veja recomendações importantes sobre o consumo prolongado