Depressão e perda de peso: entenda como a doença influencia no organismo

Bem-estar Equilíbrio
11 de Abril, 2023
Depressão e perda de peso: entenda como a doença influencia no organismo

A depressão e a ansiedade são transtornos emocionais que podem ter um impacto negativo e significativo na qualidade de vida das pessoas. Embora possam levar a um aumento no consumo de alimentos em alguns casos, em outros, esses distúrbios podem levar a uma perda de peso não intencional. A seguir, entenda a relação entre depressão e perda de peso. 

Veja também: Quais são os impactos emocionais de uma traição?

Depressão e perda de peso: como a saúde mental influencia o corpo?

De acordo com um estudo publicado no Journal of Psychiatric Research, a depressão está associada a um risco aumentado de perda de peso não intencional em adultos. A pesquisa também mostrou que a gravidade da depressão pode estar relacionada com a intensidade da perda de peso.

Segundo especialistas em saúde mental, isso acontece porque a depressão pode afetar o apetite, a motivação para se alimentar e a capacidade de desfrutar dos alimentos, levando a uma redução no consumo calórico. Somado a esse quadro, quando presente, o transtorno de ansiedade pode agravar a situação, já que causa sintomas físicos, como náuseas e diarreia, que podem contribuir para a perda de peso.

Existem ainda os transtornos alimentares como a bulimia e a anorexia, que podem ser desencadeados pela depressão e levar a uma perda de peso significativa. Dessa forma, a bulimia envolve episódios de comer em excesso seguidos por métodos compensatórios para evitar o ganho de peso, enquanto a anorexia é caracterizada por uma preocupação extrema com o peso e uma restrição alimentar severa, é o que diz a Dra. Mariana Arraes, médica especialista em emagrecimento e longevidade saudável.

“A bulimia e a anorexia são transtornos alimentares graves que podem ter um impacto significativo na saúde física e mental das pessoas. É importante reconhecer os sinais precoces desses transtornos e procurar ajuda profissional imediatamente”, afirma.

Emagrecimento pode gerar outros problemas de saúde

É importante destacar que a perda de peso não intencional pode levar a outros problemas de saúde, como fraqueza muscular e desnutrição. Esses problemas podem aparecer principalmente em pessoas que já possuem um baixo índice de massa corporal. Portanto, é fundamental buscar ajuda profissional para lidar com a depressão, a ansiedade e os transtornos alimentares e monitorar o peso corporal regularmente.

“É importante que os pacientes com perda de peso não intencional sejam avaliados quanto à presença de transtornos mentais. Assim, eles poderão ter tratamento completo e eficaz.”, recomenda Arraes.

A abordagem personalizada no tratamento de transtornos alimentares e problemas de saúde mental é fundamental para garantir uma recuperação eficaz. A colaboração multidisciplinar, que envolve profissionais de saúde mental e nutricionistas, em um tratamento pode oferecer um apoio essencial e completo para indivíduos que enfrentam a perda de peso não intencional. 

Fonte: Dra. Mariana Arraes, médica especialista em emagrecimento e longevidade saudável.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

chá verde
Alimentação Bem-estar

Chá verde emagrece? Conheça os benefícios e como fazer

O chá verde é uma bebida produzida a partir da folha da Camellia sinensis, que é rica em compostos fenólicos, que atuam como antioxidantes

chá para dor de garganta
Alimentação Bem-estar Saúde

7 chás para dor de garganta (e como preparar)

Quando o assunto é garganta inflamada, uma prática comum é a preparação de bebidas quentes.

mulher tomando um comprimido na sala de casa
Bem-estar Sono

Dramin dá sono? Especialista explica riscos da automedicação

Um dos efeitos mais conhecidos do medicamento, especialista esclarece a ideia e fala por que ele não deve ser usado para tratar a insônia